Blogando com Alma... Ainda.

Quer Melhorar a Visitação do Seu Blog? Mantenha a Casa Em Ordem

Inspirada pelo post do Janio sobre Adequar-se ao Google Panda, fui dar uma olhada na minha própria casa, isto é, nos arquivos do Blosque.

Não tanto pelo Panda mas porque o Blosque sofreu uma porrada bastante feia na visitação, após dois meses sem postar devido às minhas férias imprevistas. Além de estar com o “humor” adequado para mexer em coisas que ajudem a aumentar a visitação, eu sei que há MUITA coisa para arrumar neste blog.

Mantenha Seu Blog Em Ordem

Estado de Emergência

Posts desatualizados, trechos de código “estragados” pelos recursos ruins de administração de código do WordPress (que melhorou muito com o tempo, mas não corrige posts antigos automaticamente), posts da época em que eu usava Blogspot que ficaram cheios de lixo no código fonte, links quebrados… Existem mil maneiras de estragar o Neston do blog.

E tudo isso é o tipo de coisa que não é urgente; que sempre vai ficando para depois, para “quando eu tiver tempo”. Tempo que nunca sobra, como você bem sabe.

Depois de dar uma olhada nos arquivos, eu bem poderia declarar estado de emergência. 😛 São 5 anos de blog, quase 500 posts, e muita, muita sujeira pra limpar.

O objetivo deste post é evitar que você chegue ao ponto que eu cheguei. E saiba que estas dicas não só ajudam a manter a casa em ordem, como a que seu blog apareça melhor posicionado nos resultados de busca – o que significa mais visitas e mais leitores. 😉

Mantenha Limpo o Código Fonte Dos Posts

Encher o código fonte de lixo (código desnecessário) é um mau hábito que quase certamente vai lhe dar dores de cabeça futuras.

Span

O atributo <span> é usado para dar estilo ao texto: fonte, cor, tamanho e estilo de fonte são os usos mais comuns, além do alinhamento de parágrafo.

O jeito CERTO de fazer isso é através do CSS do seu theme ou template. Se você quer usar uma certa fonte e alinhamento em todos os seus posts, isso deve ser determinado no CSS do blog.

Por quê? Porque além de que isso evita o lixo no código, no dia em que você quiser mudar o visual do blog, mudar o template ou theme não vai alterar a aparência dos posts onde você usou span diretamente no texto.

Você terá que editar cada um dos posts para remover os spans, se quiser que todo seu blog fique com a mesma aparência.

Divs

Em hipótese alguma você deve usar divs (a tag <div>) no lugar de parágrafos (que são marcados pela tag <p>). Há algumas plataformas (Blogger, estou olhando pra você) que em certos casos inserem automaticamente divs em vez de parágrafos.

Isso faz com que o código do blog fique sujo – pois essas tags são desnecessárias, e o objetivo das divs é criar estruturas HTML fora do texto, não dentro dele (salvo exceções que não vêm ao caso).

Além disso, se algum dia você quiser migrar o blog para outro lugar, vai se maldizer até a enésima geração pois essas divs causam muitos problemas. E eu digo por experiência, infelizmente.

Estilo de parágrafo

A tag <p style> pode ser usada da mesma forma que o span, só que aplicando os estilos ao parágrafo, em vez de só um pedaço do texto.

Essa tag só deve ser usada como exceção. Por exemplo: você gosta de texto justificado, e colocou no seu CSS que todo o texto do post deve ser justificado. De vez em quando, você quer centralizar um parágrafo para destacá-lo do resto do texto. Em casos assim é que você deve usar o estilo de parágrafo.

Se você usa essa tag (ou o span) em todos os seus parágrafos, você está fazendo errado.

Editor de Blog

Cuidado com a ferramenta que você usa para editar seus posts, caso não use o painel da plataforma para escrever. Sem que você perceba, essa ferramenta pode estar enchendo seu blog de lixo.

Por exemplo: se você usa Word, e copia e cola o texto no editor de posts do blog, é quase certo que o código fonte dos posts está CHEIO de porcarias desnecessárias. Eu já vi muito isso por aí, e corrigir esse código (ou editar qualquer coisa em um post assim) é um pesadelo.

Atenção!

Mesmo que você não escreva essas tags diretament no editor HTML de post, se você usa os botões do editor visual para definir cor, tamanho, alinhamento e coisas assim, está inserindo as tags no código – essa é a função dos botões.

Use Uma Estrutura Correta Em Seus Post

Pode ser que hoje você não se importe com isso, mas é mais fácil fazer do jeito certo agora, do que (como eu) ter um puta trabalho para arrumar depois.

Subtítulos

Subtítulos dentro do post devem ter tags de subtítulo, como <h2> e <h3>. Não use negrita ou itálico para marcar subtítulos – elas não têm o mesmo peso que as tags de subtítulo.

Além disso, usar subtítulos facilita a leitura, pois eles separam visualmente e dão hierarquia ao seu conteúdo.

Parágrafos

Separe o texto em parágrafos de tamanho agradável para a leitura. Não use <br/> para fazer quebras de linha, a menos que seja imprescindível.

Links

Use os atributos de link: title (o título do link, que aparece ao passar o mouse sobre ele e geralmente é o mesmo que o texto do link) é o mais importante.

Listas

Use as estruturas de lista para suas listas. Todas as plataformas e editores de blog têm botões para criar listas – use-os.

Imagens

A tag de imagem deve ter os seguintes atributos: src (a url da imagem), width e height (largura e altura), alt (texto que aparece caso a imagem não carregue) e title (texto que ao parece ao passar o mouse sobre a imagem).

Finalizando

Para quem quiser aprender mais sobre CSS e HTML, e a forma correta de utilizá-os, recomendo o Maujor. Lá você encontra desde as técnicas e conceitos mais básicos, até tutoriais avançados.

Há muito mais que você pode fazer para manter seu blog limpinho, além de usar corretamente as tags de código. Tanto, que acho que vou fazer uma série de posts sobre o assunto. Fique ligado! 🙂

Image: Greg – CC By-Nd

Nospheratt, pensando na vida

Nospheratt

Quando eu cheguei (2006 - primeira era jurássica da Efigênia), isso aqui tudo ainda era mato.

Previous

Caixa de Bis

Next

A Estrutura do Conteúdo é Importante Para o Leitor

11 Comments

  1. Oi, Nospheratt

    As dicas são ótimas, mas fiquei com medo agora.
    Há algumas semanas, arrumei vários links quebrados nos posts mais antigos. Tenho pouco mais de 100 postagens. Tive um trabalho danado e ainda não verifiquei tudo.
    Quanto aos subtítulos, uso os botões do editor. Isso quer dizer que terei mais trabalho pra limpar o código. Certo?
    Vou aguardar a sequência da série.

    Abraços

    • Oi! 🙂

      Infelizmente, não tem outro jeito a não ser arrumar. Estou tentando bolar aqui algum sistema para evitar que esse trabalho se acumule, ainda vou fazer mais posts sobre isso. 🙂

      Sobre os subtítulos, se você usa os botões de subtítulo mesmo (alguns editores têm), deveria estar tudo certinho nesse quesito. 🙂 Agora, se você usa botões de tamanho, peso e cor de fonte… não tá certinho. Sorry! Se te consola, a maioria dos meus posts da época do Blogspot eu fiz assim. E agora vou ir arrumando aos poucos. 😛

  2. Nosphie,
    Saudações de Belo Horizonte!!

    (TÔ ESCREVENDO DE NOVO, porque meu comentário foi enviado com erros…)

    Post maravilhoso! Aliás, ando acompanhando o que você vem publicando após o retorno das “férias imprevistas” e tô aprendendo bastante aqui no BLOSQUE (para variar, né?).

    Fiquei com uma dúvida. Sobre PARÁGRAFOS, você nos diz: “Não use BR para fazer quebras de linha, a menos que seja imprescindível”. Bem…
    … O Blogger, minha plataforma, dispõe o BR automaticamente, sempre que separo o texto do Post em parágrafos. O que você sugere para eu “driblar” isso??

    Outra coisa (e isto não tem nada a ver com o seu Post, MAS também tenho esta dúvida).

    Recentemente, publiquei um Post no Blog A CATÓLICA sobre uma matéria muito, mas muito interessante de uma revista semanal aqui do Brasil. Ao comentar o meu texto, uma internauta aproveitou para “descer a lenha” na publicação, nos jornalistas que trabalham lá e até acusou uma deles de “abortista”. Suas ponderações até tinham a ver com o tema do Post, PORÉM achei-as meio exageradas e… Receei aprová-las.

    Enfim: numa situação dessas, caso a bloggueira decida publicar esse tipo de “comentário apaixonado”, ela pode ser processada pela revista em questão por, digamos, “injúria, calúnia e difamação”? Acho (tenho quase certeza) que já li aqui no BLOSQUE que nós, bloggueiros, também somos responsáveis pelos comentários de terceiros que aprovamos e publicamos no nosso Blog. O que você acha??

    Abraços e Muito Obrigada!!
    Como dizemos aqui em Minas: INTÉ!…

    Saúde e Paz!!
    ~~~

    • Muito obrigada! 🙂

      Sobre os parágrafos no Blogspot, na época que eu usava tinha uma opção para isso no painel – só não me pergunte onde. 😛 Não sei se ainda existe, mas vale a pena dar uma olhada. Seria absurdo que ele não use parágrafos.

      Sobre ser processada: sim, você pode ser processada (pelo menos até que saia lei em contrário). Nada garante que a outra parte vá ganhar, mas se resolverem te incomodar, você vai se incomodar. Há casos concretos de blogueiros que foram processados por comentários de terceiros e perderam, inlcusive.

      Por isso não publico nada nos comentários que possa me gerar esse tipo de dor de cabeça. Quem quiser fazer denúncia ou falar mal de terceiros, que abra seu próprio blog e arque com as possíveis consequências. Eu arco com as minhas e isso é mais que suficiente. 😉

  3. Nosphe, as diversas mudanças de layout e a falácia de que quanto mais conteúdo, seja ele qual for, mais visitação são meus maiores problemas.
    No caso do layout, a largura das colunas é um problema. Já usei diversas e, invariavelmente, usava imagens nessas larguras. Hoje, creio que cheguei numa largura interessante, mas tenho imagens desconfiguradas, às vezes, invadindo um pouco a área da sidebar.
    No caso do conteúdo, tenho muitos exercício para os quais eu não criava introdução, não fazia um parágrado apresentando o mesmo. Era apenas o exercício e só. E mais, muitas vezes com o mesmo título. Coisas de quem foi mal orientado, não pesquisou sobre e agora tem de arrumar tudo.
    Vejo, por último, um problema. Posts com pouca visitação, mas ainda assim visitados, precisam ser inteirinho reescritos. Isso porque não tenho o recurso de fazer o redirecionamento para um outro post que junte vários. Assim, o que aconteecrá é que se eu apagar (por causa do Panda), perderei essas visitas.
    São alterações necessárias para quem se preocupa com visitações, monetização e outras coisas…
    Grande abraço e ótimo restinho de semana… Contente com seu retorno, com a frequência de postagens, com sua presença no Twitter, enfim, com “o fim das tempestades” de tempos atrás.

    • Bauru, todas essas questões são bem pertinentes, tanto que vou respondê-las em posts, ok? Obrigada pela inspiração! 🙂

      De resto, eu também estou muito contente de estar de volta, e muito feliz com o fim das tempestades, como você bem diz. Abração e que sejam dias luminosos para você! 🙂

  4. Olá Nospheratt, bom retorno à ativa no Blosque.
    Pois por estas dicas todas, e muito boas, é que tenho muito receio de importa meus posts do Blogger (mais de 300). O iVivaz é uma seqüência do outro blog, mas tenho trazido os posts um a um, limpando tudo. É um bom trabalho de paciência, mas compensa.
    Grato por este artigo.

    • Obrigada! 🙂

      Concordo em que compensa. É como limpar os pés antes de entrar em casa – acaba sendo melhor do que lavar o chão embarrado depois. 🙂

  5. Oi, eu não entendo nada sobra HTML (pois sou blogueira de apenas 13 anos) e gostaria de saber se já tem algum post que explique melhor o assunto??
    Obrigada. Kaori

  6. É realmente estranha a forma como o editor do blogger organiza os códigos.

    Ele fica separado em divs e BR ao invés de usar a tag P, vai entender.

    • Exato, eu não consigo entender PORQUE chongas eles fizeram isso assim, ao invés de usar o parágrafo normal. 0_o

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén|Social Icons by Freepik