Blogando com Alma... Ainda.

Cansado? PARE! Acabe Com o Stress Bloguístico, Seja Feliz e Mais Produtivo

Cansado? PARE! Acabe Com o Stress Bloguístico, Seja Feliz e Mais Produtivo

Há poucos dias eu escrevi um post com o qual muita gente parece ter se identificado: Você é um Malabarista? O Stress de Blogar. É natural; todo mundo tem uma vida ocupada, seja com trabalho, casa, filhos, faculdade, etc, etc. Blogar é só mais uma atividade que vem se somar ao caos já existente.

Oque você pode fazer para que blogar seja uma fonte de prazer e satisfação, em vez de uma fonte de stress?

Vou delinear aqui algumas idéias, estratégias e dicas que reuni durante os dias que estive “em pausa”, quando fui em busca de ferramentas e métodos que me ajudassem a me organizar, economizar tempo e atingir objetivos.

Muitas dessas dicas foram tiradas de métodos conhecidos de produtividade e organização; mas eu foquei naquelas que podem ser aplicadas à rotina de um blogueiro e seus blogs.

1 – Pare

Minha primeira sugestão é (como mencionei no post citado) largar os pratos em cima da mesa. PARE.

Isso pode soar catastrófico a princípio, mas seu blog não vai quebrar se você deixar de escrever por uma semana. Se quiser, escreva um post explicando que vai se ausentar, que seu objetivo é melhorar o blog e sua vida – seus leitores entenderão.

Caso você não suporte a idéia de ficar sem postar, faça uma seleção de posts antigos, e promova uma semana “do fundo do baú” no seu blog. Selecione sete dos seus melhores posts, e voilá: uma semana de conteúdo escolhido a dedo, onde você só terá o trabalho de republicar seus textos.

Também recomendo que você tire uma folga das outras atividades relacionadas ao “blogar”. Deixe os feeds quietos, os stats, comentários, deixe tudo isso pra lá, nestes dias. A blogosfera estará no mesmo lugar quando você voltar à ativa.

Por que parar? É impossível se organizar direito em meio à batalha. É por isso que os exércitos costumam recuar em certos momentos, para se reagrupar e reorganizar. Você precisa parar para ver as coisa com clareza, desde FORA DA SITUAÇÃO.

Parar também vai permitir que você respire e recobre ânimo.

2 – Faça uma estimativa da situação – onde estão os problemas?

Agora que você não está sofrendo a pressão de postar, ler, comentar, dê uma olhada no seu jeito de blogar. Responda essas perguntas de forma honesta e objetiva: (Anote suas respostas)

  1. O que lhe causa mais stress? Por quê?
  2. Que objetivos você não está atingindo? Por quê?
  3. Onde você está desperdiçando tempo?
  4. Quais coisas poderiam ser feitas de forma mais produtiva?
  5. O que está atrasado?

Essas questões deveriam lhe dar um panorama de sua situação, e mostrar onde o caos/atraso/stress está sendo gerado.

3 – Encontre Soluções

Baseando-se na lista anterior, é hora de buscar soluções. Para cada resposta, faça uma lista de possíveis soluções.

1 – O que lhe causa mais stress? Por quê?

Aqui temos que eliminar as causas principais do “stress bloguístico”.

Vou dar um exemplo: uma das coisas que mais me perturbam é ter um monte de comentários sem responder. Por quê? Porque eu sinto que estou desatendendo meus leitores.

E aqui cabe outra pergunta: por que os comentários se acumulam? Porque eu leio o comentário, e deixo pra responder depois- até aí tudo bem, pois responder comentários o dia inteiro é outra forma de perder tempo e foco. Mas como eu não tenho um horário destinado à essa tarefa, fica pra depois, pra amanhã, pra depois de amanhã, e afinal tenho 50 comentários na fila de espera. :S (Sem falar nos contatos diretos e pedidos de ajuda, mas isso é outra história)

Exemplo de possíveis soluções:

  1. Deixar de responder comentários.
  2. Responder somente alguns comentários.
  3. Responder os comentários à medida que chegam.
  4. Destinar uma hora específica para responder.
  5. Fechar os comentários do blog.

Algumas soluções não servirão, outras serão absurdas ou exageradas.No entanto, não descarte nada num primeiro momento.

Anote tudo o que surgir, e faça uma triagem depois; ou experimente diversas delas até encontrar a mais adequada. Um período mínimo de teste seria uma semana – e pode ser útil registrar os resultados.

Isto vale para todos os pontos da lista de perguntas.

2 – Que objetivos você não está atingindo? Por quê?

Você tem objetivos para seu blog, não tem? Se não tem, é uma boa hora para definir alguns. No post Descubra o Potencial Oculto do Seu Blog – Parte I eu falei um pouco sobre isso.

Em qualquer caso, ver quais objetivos não estão sendo atingidos e por que, vai permitir que você elimine ou mude o que está impedindo suas metas de serem alcançadas.

Por exemplo: Você quer postar todos os dias, mas não consegue porque não tem tempo para escrever. Ou porque não está inspirado na maioria dos dias. Ou porque sofre de procrastinação galopante! 😀

Neste caso, as possíveis soluções devem incluir cursos de ação – que coisas você pode fazer para chegar mais perto do seu objetivo.

3 – Onde você está desperdiçando tempo?

Uff, este costuma ser o ponto crucial – o desperdício de tempo. Esse é um dos grandes dilemas da humanidade: como evitar o desperdício de tempo em coisas inúteis e improdutivas (e, pior ainda, divertidas), quando você deveria estar fazendo algo importante e produtivo?

Eu já falei sobre isso, e embora eu use algumas das soluções que listei (coisa que me salva de um caos ainda pior) com o tempo a determinação e a disciplina costumam enfraquecer. E no entanto, essas são justamente as duas únicas coisas que resolvem esse problema.

Liste tudo que faz você perder tempo: email, chat, feeds, estatísticas, etc. Se você não faz idéia, dê-se ao trabalho de registrar durante uma semana TUDO o que você faz no dia. Anote quanto tempo gasta com cada coisa à medida que for fazendo. Isso vai mostrar claramente onde o tempo está escorrendo pelo ladrão.

Algumas idéias para resolver esses problemas:

4 – Quais coisas poderiam ser feitas de forma mais produtiva?

Isto está relacionado com o ponto anterior. Não desperdiçamos tempo e geramos stress somente com coisas improdutivas, mas também realizando de forma caótica e desorganizada as atividades úteis e necessárias.

Veja meu exemplo dos comentários, lá em cima. É uma tarefa necessária; mas a desorganização e a procrastinação fazem com seja uma fonte de stress – e uma fonte de mais problemas e falta de tempo.

Outra coisa que contribui para o stress e a pouca produtividade é o famigerado “multitasking”. Fazer dez coisas ao mesmo tempo dá como resultado dez coisas mal-feitas, e umas 8 inacabadas.

Algumas tarefas EXIGEM ser feitas em “modo monotasking” para que sejam bem feitas – escrever posts mais aprofundados e bem acabados é uma delas. É bem melhor estabelecer um horário para multitasking, e encaixar aí as tarefas que funcionam bem desse jeito – chat, emails menos sérios e listas de discussão são exemplos disso.

Listadas as coisas que podem ser feitas de forma mais produtiva, anote que forma é essa. Seja agrupando tarefas, racionalizando a ordem delas de forma contínua e lógica, estabelecendo horários… E FAÇA ISSO!

5 – O que está atrasado?

Provavelmente sua lista deste ponto será looonga. Procure anotar tudo mesmo, até as menores coisas. Depois, faça o seguinte:

1 – Eliminar – Veja que coisas não vale a pena levar adiante. Emails irrelevantes, tarefas que já passaram do prazo de validade, posts que perderam “momentum”, idéias e projetos que nunca serão levados à cabo. Exercite seu lado zen e abra mão dessas coisas. Seja impiedoso e prático; não se engane pensando “talvez um dia”. DELETE.

2 – Separar – Diferencie o que é URGENTE do que é IMPORTANTE. Faça duas listas separadas. Crie uma 3º lista com as coisas que não são nem urgentes nem importantes.

3 – Priorizar – Ordene a lista URGENTE por data, e a lista IMPORTANTE em ordem de importância. Se possível, estabeleça datas para os itens da lista IMPORTANTE – mas faça-o de forma realista, e dê preferência às urgências.

Ordene a terceira lista tomando como critério as coisas que você mais gostaria de fazer, que lhe trariam melhores resultados ou que seriam mais produtivas e/ou satisfatórias. Não coloque datas; ela vai servir de referência para decidir o que fazer quando você tiver tempo livre.

4 – Executar – Agora, vamos “tirar o atraso”! 😉

Comece executando os itens da lista URGENTE. Vá riscando os itens executados e colocados em dia – isso lhe dará ânimo e será altamente satisfatório. Após completar essa lista, passe à IMPORTANTE. Quando terminar as duas listas, você estará com as coisas em dia.

Como evitar que as coisas continuem se acumulando?

Se você der uma parada como eu sugeri, será mais fácil colocar as coisas em dia. No entanto, coisas novas surgem todos os dias; de nada servirá estar em dia por uma semana e depois voltar ao caos.

O ideal (e lógico) é que você sempre use esse sistema – Eliminar, Separar, Priorizar, Executar – para todas as tarefas, propostas e coisas novas que chegarem. Sendo assim, nem sempre será possível se dedicar primeiro à uma lista e depois à outra – você terá que sincronizá-las de forma racional e realista.

Algumas coisas acabarão indo parar no delete, mesmo. Não se aflija. Como eu li por aí:

“Produtividade não se trata de fazer um montão de coisas, mas de que as coisas importantes sejam feitas”.

Assino embaixo.

Agora com licença, que vou ver minhas listas. 🙂

Nospheratt, pensando na vida

Nospheratt

Quando eu cheguei (2006 - primeira era jurássica da Efigênia), isso aqui tudo ainda era mato.

Previous

Twitter: Considerações Opiniológicas + 15 Fatos sobre o Twitter

Next

Wait, Young Man. You Cannot Escape Destiny by Running Away!

20 Comments

  1. Jonny

    Este texto requer uma leitura com a consciência mais limpa, então só vou ler amanhã de manhã!Mas se você quiser relaxar e escrever por prazer, tire o adsense e o analitcs de seu site… Não olhe nenhm tipo de estatística! Fazendo isso diminui boa parte das cobranças do tipo “preciso ganhar mais”, “o que estou fazendo de errado”, “ninguém está lendo”, etc etc etc…Ou seja, praticamente impossível!!

  2. The King

    Li seu texto, eba.. heheVeja só: vim para aqui pesquisando “ganhar dinheiro blogspot” e acabei parando aqui.Estou ficando louco com os comentários sem resposta do meu blog, links quebrados, pedidos não atendidos, etc..Com certeza esse post me ajudou muito, vou tentar seguir alguns pontos, mas ao meu ponto de vista o stress é inevitável.Blogar = StressNão importa o tempo que demore para chegar nesse ponto. O importante é saber moderar as atividades do seu dia, com a atualização de websites/blogs, para amenizar o fator stress.

  3. Natanael Mahon

    Calma Nospheratt, Precisamos do vigor de teus posts! O “Cozido com pápricas” e eu somos gratos pelas dicas e pela esperança de que dá pra “ter um blog decente no blogspot”

  4. santa mistura

    antes eu vistava uns 200 links por dia fazia 5 posts e o mundo a minha volta ficou um kaos , enfim agora posto quando dá ainda me perco na visita de links e links mas ler mesmo só o seu blog . Mais uma vez parabens vou aguradar segunda feira sua planilha, mas sem stressssssss certo??

  5. maristela

    olha, qd comecei com o blog, eu o via como uma extensão de minha colaboração em osaiti, que um querido colega de redação criou. com a morte absurda dele, comecei a levar meu blog mais a sério. tuve e tenho altos e baixos relacionados mais às quebras de expectativas do que a outra razão qualquer. as vezes, faço textos que considero õtimos e ninguém comenta ou entra. outras vezes, me surprendo com uma certa volubilidade do leitor, que flutua no blog sabe-se lá por quais razões. enfim, voce sabe que to na fase superação da mão quebrada pra não deixar a peteca cair. mas te confesso q as vezes dá uma canseeeeeira.absmaris

  6. Vagas Urgentes

    Agradeço a Deus por ter achado seu blog, pois realmente como disse no outro comentário, andava estressadíssima! No meu caso não deu pra tirar uma semana, mas o https://vagasurgentes.blogspot.com ficou o fim de semana andando a passos lentos e tive como refletir… no meu caso, vou tirar um tempo para caminhar (mesmo que seja na esteira) e marcar um horário para “trabalhar”, acho que já vai melhorar muito. Volto sempre. BjsSofia

  7. Filipe

    Eu acho que você deve tirar umas férias. Depois volte com força total respondendo TODOS os comentários e perguntas.Uma férias ajudam. Ser humano não é igual panela de pressão ?[]s

  8. Bia Cardoso

    Realmente Nospheratt, quanta gente se identifica com essa situação. Já fui mais estressada com o blog, mas é aquela coisa, é uma vida virtual e outra real, nem sempre elas se acompanham. Por algum tempo sobram dias para escrever, por outros, nem uma linha sequer. Acho engraçado que sempre que sei que vou me ausentar por um tempo, penso que será breve, uma semana no máximo. Mentira, sempre fico mais tempo sem postar, mas não tenho medo de perder leitores de feed ou qualquer coisa do tipo, não sei, as coisas são cíclicas. Não consigo levar uma vida tão estruturada como as dicas desse post, mas com certeza já aprendi a relaxar e é ótimo mesmo. E ótimo tema para posts.

  9. Jonny

    Pronto!!! Li inteiro!!!Já ouviu falar que para largar o cigarro, você tem que largar tudo que leva ao cigarro, como cafezinho, baralho, sinuca, etc…O dia que eu tiver estressado e tiver que me afastar dos blogs, acho que vou ter que desligar a internet de casa! O mínico contato com emails já me faria instalar o leitor de feeds até dentro do hotmail (rs rs rs)!!!(brincadeira… eu não sou tão viciado assim. rss rss rss… quero dizer… rs rs rs )

  10. santa mistura

    encontrei uma maneira de te agradecer por tudo que vc me ensina aqui, vc está no meu blogsdaybjs e muito sucesso sempre viu??

  11. Italo André

    Suas postagens são realmente demais, sempre dá para retirar muita coisa e aplicar, mas sei como é, o stress é inevitável.

  12. Nospheratt

    Jonny: Por incrível que pareça, o que mais me estressa não é isso, mas o compromisso que sinto com vocês, leitores. Se não respondo comentários, emails, não posto, me sinto em falta! E também está a questão da qualidade, que não é fácil… daí o stress. Enfim, beijos pra você! The King: Bem vindo ao clube! 🙂 É exatamente isso que estou fazendo, procurando diminuir o stress. Seja bem vindo, e volte sempre! 🙂 Natanael Mahon: Eu não vou desistir, não! Enquanto vocês estiverem aqui, eu continuo lutando. 🙂 maristela: Afe, se dá! Canseira mesmo! Mas a gente tem que seguir em frente, aguentar até a tormenta passar… Abraços, menina. Continuo torcendo pela sua rápida recuperação. santa mistura: Como sempre, você é um amor! Eu vi que você me linkou, fiquei super feliz e honrada! Obrigadíssima, menina! Eu nunca vou poder retribuir tudo que você me dá, mas pelo menos quero que saiba que você é uma parte importantíssima da alma deste blog, viu? Sucesso pra você também! Smuacks!Filipe: É, as férias estão durando mais do que eu pretendia a princípio… mas eu não quero que a panela estoure (a gente é igualzinho, mesmo, jajaja), então estou tomando tudo com calma. Obirgada pelo apoio! Sofia: Aposto que vai ajudar um monte, sim! O importante é se organizar, e se dar tempo… Não deixar que as coisas nos atropelem. Boa sorte, e será um prazer te ver por aqui! 🙂 Bia Cardoso: Na verdade, eu me surpreendi com tanta gente se identificando com o problema. No entanto, é natural, né? A gente tem mania de querer abarcar o mundo com as pernas, jajaja. Fico feliz que você já tenha aprendido isso, eu ainda chego lá! Beijão.Italo André: É inevitável, sim. Mas é possível mantê-lo dentro dos limítes da sanidade – ao menos, eu espero que seja, jajaja! 😀 Senão, tô phodida…

  13. Carbono

    CARAMBA! 2 semanas sem postar?

  14. Robin Hood

    Stress é inerente a blogar, não sou “um bom blogueiro” por assim dizer, comecei a pouco tempo e estou tentando monetizar um hobby. Conheço teu blog a aproximadamente uma semana, foi interessante entrar hoje e ler o post, acredito que o tema está presente no inconsciente coletivo bloguístico (espero que não tenha revirado o Jung no túmulo pelo que acabei de escrever) (rs).Um grande abraço e obrigado (este tipo de feedback tem me gerado streess) pois tenho tirado muito proveito.

  15. Jonny

    Snif, Snif…Que triste!!!Sumiu de vez!! :'(Conseguiu se achar na minha montagem do Bloggers Peppers? re re reAbraços

  16. Cynara Peixoto

    Nospheratt, já tá bom de férias! Estou sentindo falta dos seus textos inteligentes. E aposto que um monte de gente também.Vê se volta logo!Abraços!

  17. ajTEC

    Nosph você tem toda a razão.Comecei há uns meses, criei 3 ou 4 blogs nesse espaço de tempo, visitei centenas de blogs, vi dezenas de tutoriais e videos, ufa ..Trabalho (blogar é um hobbie) das 9H as 18H, à noite e ao fim-de-semana, passo o tempo em frente ao meu laptop, corrigindo os blogs, aprendendo com os outros.Ao FDS, levanto 8H da manhã, nem dispo o pijama, ligo o PC, almoço em frente ao PC, janto em frente ao PC, e quando chega as 2h da manhã, minha esposa, vem me perguntar, se eu vou dormir sentado em frente ao PC? Nem chego a despir o pijama. Digo a ela: “vai comprar tabaco, porque eu não tenho tempo pa sair à rua”??!!???Inacreditável o quanto isto absorve meu tempo. Dou toda a razão a você, é preciso ter calma, muita calma, a vida são 2 dias e o Carnaval são 3.Bjs.

  18. Nospheratt

    Bem, a esta altura vocês já sabem que eu voltei depois de um mês de férias. 🙂

  19. Apesar do post ter sido publicado há quase 1 ano, ele é totalmente atual. Esse post caiu como uma luva para mim, quero dizer, não só este mas todos da série. O meu pior mal é o sintoma multi-tasking, a falta de concentração em fazer uma só coisa e acabar fazendo várias, ou melhor, não fazendo nenhuma de modo correto e até o final. Hoje me policio para ser mono-tasking até menos aquelas que podem ser feitas junto com outras. Assim termino mais rápido e absorvo o assunto.

    Obrigada pelas dicas, valeu mesmo! 🙂

  20. Gostei, aplicável a tudo na vida, em qualquer área e em qualquer profissão. Eu ainda estou penando para ter determinação e disciplina, creio que essas duas coisas serão parte interessante de minha próxima e vital evolução. Grato pelo aprendizado.

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén|Social Icons by Freepik