Blogando com Alma... Ainda.

Você é um malabarista? O Stress de Blogar

Uma semana de folga. Isso não é bom, eu sei; ainda mais levando em conta que eu não avisei. Mas eu estava precisando de um respiro, e o blog também.

Tenho estado insatisfeita com minha produtividade, com o nível de stress, com a quantidade de pendências atrasadas, e isso está se refletindo na qualidade do meu texto. Estou particularmente insatisfeita com a qualidade do meu trabalho, ultimamente. Me sentindo atropelada, levada de roldão, numa roda viva sem fim.

Uma das coisas que aprendi nesta vida é que quando você está muito embaralhado, sentindo que está se afogando, a única forma de resolver as coisas é dar um passo atrás, parar, respirar, observar. Foi o que fiz; dei um passo atrás, saí da roda, parei (quase) tudo. Olhar de fora é a única forma de ver as coisas com clareza.

Foi bom. Acredito que os resultados dessa decisão começarão a se mostrar aos poucos. Uma das coisas que percebi é que o multitasking, aliado à procrastinação e à desorganização é uma receita garantida para a catástrofe. O multitasking, fazer muitas coisas ao mesmo tempo, cria a ilusão auto-complacente de produtividade. Nada mais longe da verdade. O multitasking serve para determinados momentos, para certas tarefas. Quando você trabalha permanentemente em modo multitasking, acaba fazendo algumas coisas, deixando muitas por terminar, e todas elas mal-feitas.

Como dizem os americanos, você passa o dia inteiro correndo em volta, como uma “galinha com a cabeça decepada”, sem saber para onde vai e sem conseguir fazer coisa alguma. Eu estou inscrita na lista de email da FlyLady, e há alguns dias recebi um email com uma metáfora muito interessante:

“Eu sei que você passou muitos anos sentindo que trabalha demais, exausta. Durante a maior parte do tempo, após um dia cansativo de correr ao redor com sua cabeça girando, você não consegue ver absolutamente nada feito, nenhum objetivo cumprido ou tarefa realizada. Eu sei como você se sente cansada. Seu dia foi gasto numa correria, apagando um foco de incêndio após o outro. Oh, e somos tão boas lidando com situações de crise. De fato, nos orgulhamos de nós mesmas por sermos tão boas sob pressão.

Todos nós já vimos o malabarista, quem é capaz de manter vários pratos girando em vários bastões ao mesmo tempo. Você se sente como esse malabarista durante a maior parte do tempo? Correndo em todas as direções, forçada a saltar para evitar que um prato caia ao chão. O que acontece se você para? Você pensa que teria uma grande quantidade de pratos quebrados. Eu tenho um pequeno segredo. Nós não deixamos que os pratos caiam, nós pegamos eles enquanto estão girando e os colocamos sobre a mesa.

Eu sei da sua frustração. Correr em volta, apagando focos de incêndio não é um trabalho muito produtivo. Adivinhe porquê? Você está deixando que os problemas determinem sua programação diária.”

A FlyLady é um sistema pensado para organizar as tarefas domésticas, mas, como você pode ver, a sabedoria do sistema pode (e deve) ser aplicado à qualquer área da vida que precise de organização. A metáfora do malabarista me pegou em cheio, pois é exatamente assim que me sinto. Quem bloga à um certo tempo sabe: posts, feeds, emails, contatos, memes, comentários, pedidos de ajuda… As múltiplas tarefas vão se acumulando, você vai ficando pra trás… e se sentindo culpado e fracassado. A qualidade do blog sofre. Pior ainda se você, como eu, tem mais de um blog. Quanto mais blogs, maior o problema.

Eu não quero nada disso. Além do quê, a pergunta é: de que serve me matar trabalhando, se os resultados são poucos e pobres? A conclusão óbvia: de nada! Foi por isso que eu peguei os malditos pratos e larguei eles na mesa. Chega!

Usei esta semana de folga para repensar meu “working flow”, para estabelecer um horário e uma organização mais produtiva, e para reunir algumas ferramentas e métodos de trabalho melhores. Daqui a pouco (não necessariamente hoje) vou escrever um post contando o que achei de útil.

Uma coisa é certa: por incrível que pareça, menos malabarismos e menos multitasking resultam em mais produtividade. E tudo isso redunda em menos stress. Lembram que eu disse que um blog feliz precisa de um blogueiro feliz? 🙂

Nospheratt, pensando na vida

Nospheratt

Quando eu cheguei (2006 - primeira era jurássica da Efigênia), isso aqui tudo ainda era mato.

Previous

Dúvidas: Retirar a NavBar do Blogger – Domínio Personalizado – Robots.txt – Keywords e Indexação – Curiosidades Google

Next

Twitter: Considerações Opiniológicas + 15 Fatos sobre o Twitter

18 Comments

  1. Fanny In Box

    É verdade é realmente bom dar uma parada as vezes. Principalmente quando o objetivo é parar para pensar. Garanto que noites de sonos melhores virão. ;D

  2. Lu

    Se eu sofresse com esse malabarismo “apenas” no que diz respeito a blogar, soltaria rojão. A coisa atinge toda a minha vida. Nem o GTD deu jeito (ok, não consegui implementá-lo, essa é a verdade).Vontade de dar “pause” no mundo!

  3. Rick

    Sabe é muito bom ler esse seu blog, porque além de ensinar várias coisas à nós, ainda tem esses textos que refletem os sentimentos de muitos de nós.Eu ultimamente andei assim também, e sabe? É muito bom vim aqui e ler isso, porque isso serve para tirar forças, parar pra pensar e ver que não está perdido.Só que eu não dei essa parada, pois eu dependo muito e preciso que dê certo, as vezes é ruim para durmir, mas é uma fase, acho que todo mundo que depende disso, já passou.O que resta é aguardar, o tempo é o remédio pra tudo.#)

  4. Bruno Teixeira

    Nossa. Me identifiquei imensamente com o artigo. Um blog requer muita dedicação e tempo. Eu só tenho um único blog e ele está bem no começo mas já me causa muito stress. As outras coisas que faço da vida somadas ao blog deixam a impressão que não consigo fazer nada direito e isso é bem ruim. Enfim. Estou ansioso descobrir as suas conclusões sobre estabelecer um horário e uma organização mais produtiva.https://botecolosofia.blogspot.com

  5. Fabio

    Se serve de consolo, sou mais um na lista. O trabalho “regular” durante o dia, aliado a posts, feeds, comments and everything else simplesmente elevam o nosso stress (ou estresse) a pontos máximos. Tenho me sentindo muito estressado ultimamente também. E com o aumento de leitores do blog, sinto a pressão e a responsabilidade aumentarem também. E isso, misturado a tudo, acaba gerando um caos.Estou precisando dar esse passo atrás também. Respirar novos ares. Ao menos me consola saber que não estou sozinho nessa.

  6. Ygor Aragao

    Entao… geralmente essa é a história de quem “bloga por dinheiro” hehe, não estou dizendo que esse é seu caso, possa ser que seja apenas o título do mesmo mais acho que devemos blogar por prazer. O que eu tenho a lhe dizer é lhe desejar todo sucesso do mundo e nunca cabeça baixa!

  7. Jonny

    RA!!!Espero que tenha voltado 100%!Não vejo a hora de tirar férias do meu trabalho!!!Felizmente blogar tem sido uma diversão… Aguentar alterações de humor do chefe durante o expediente sim é que é estressante!

  8. Luis Santos

    Aloha Nospheratt!Ok! Parabéns! e Obrigado!Citando um clássico:“Life moves pretty fast. If you don’t stop and look around, once in a while, you could miss it!Aloha!

  9. Sidcafeina

    Marabalhismo?!?! hum…é igual aquele número circense do pratos girando na ponta de vara de ferro…corre pra lá e pra cá…mas isso é em toda a qualquer área da minha vida, se fosse só em blogar eu tava feliz…Mas as vezes é bom mesmo dar um tempo, uma arejada, voltar à s bases, reavaliar as coisa…Volte logo e com mais dicas pra nós…

  10. Sidcafeina

    …acho que viajei quando escrevi a palavra marabalhismo…errata hein…marabalismo, agora está melhor…

  11. Evandro Nunes

    Bah guria, pegaste num ponto que estou passando nos ultimos meses, tudo que disse se encaixa com o que preciso fazer, ORGANIZAÇÃO, é tudo desde tempo para trabalhar, no meu blog, e em blogs que estou a um tempo para lançar, com projetos em cima, mas parece que me afogo as vezes em tanta tarefa que tenho que fazer, que no fim, “do muito, faço nada”, é impressionante, é hora para uma organização verdadeira, que ja estou a um tempo para realizar.A roda gigante não pode parar…”não podemo se entrega pros homi de jeito nenhum…” :)Abraços guria.

  12. Vagas Urgentes

    Fui lendo seu post e parecia que estava falando de mim! A diferença é que ainda tenho muito a aprender, não consigo entender bem o que são algumas coisas como esses tais de feeds, tenho uma pequena empresa para administrar durante o dia… mas vou tentar fazer como você, um passo atrás, dois pra frente! Parabéns, se superou como sempre.Se quiser me prestigiar, visite https://vagasurgentes.blogspot.com Sofia

  13. Fabio Santos

    Caramba! Pensei estar só nesse “strss bloguistico” Realmente… em certas horas,o melhor é parar e respirar. as eu ainda simplesmente não consigo!

  14. Nospheratt

    @all: Realmente, de vez em quando a coisa pega. Inclusive, alguns de vocês devem ter notado que entrei em “pausa” novamente. É MUITA bagunça pra por em ordem. Ainda estou estabelecendo prioridades, me organizando, me achando. Mas não desapareci, não vou abandonar vocês. :)Logo sai post novo. A gerência agradece a paciência e a compreensão. ygor: Essa assinatura tá muito exagerada. Se quiser deixar sua URL no comentário, além da que vai no nome, eu não reclamo. Mas convenhamos que isso aí, com 3 URL é muito exagero, né? 🙂

  15. Apenas recentemene descobri seu blog. Parabéns, este é muito instrutivo e útil para quem faz uso de blogs.

    Sobre esta sua matéria, achei muito interessante a abordagem que você faz sobre o stress causado pelo excesso de tarefas.
    Recentemente (justamente no ano de 2007) passei pela mesma situação. Meus hobbys haviam se transformado em “obrigações”, e ocorreu que estes viraram verdadeiros sacrifícios. Já não me divertia com eles.
    Tive que parar por um tempo para que pudesse re-encontrar prazer no que faço.

    Espero que você tenha o mesmo resultado que tive.
    abraços….

  16. Bom Dia!
    Te achei por acaso. faz tempo que você conheceu o Sistema FLY, como se sente agora?
    Eu permaneço no sistema e uma coisa ela me ensinou em relação a blogar… controlar a ansiedade… risos
    Bjos
    Ro

  17. Seus textos são sempre muito bons. Trazem conhecimento pessoal, criatividade, informações novas, e tudo mesclado com pitadas de humor, savoirfare, savoir vivre e erudição. Parabéns!
    Abraços paraônicos. Franz

  18. Questões existenciais… quem não tem as suas ? Eu sei… como estressa…
    Fez mais uma pausa dessas ?

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén|Social Icons by Freepik