Blogando com Alma... Ainda.

4 Coisas Que Não Podem Faltar No Seu Blog

Navegando por aí, tenho encontrado frequentemente blogs bacanésimos, muito bons mesmo, que carecem de funcionalidades das mais básicas. Essas carências, além de dificultarem a vida do visitante E do leitor, prejudicam o crescimento do blog.

4 Coisas Que Não Podem Faltar No Seu Blog

Este blog: IttyBiz – é um bom exemplo. O blog é excelente. A autora tem um estilo próprio de escrever, o blog é cheio de personalidade, informação útil, boas idéias, etc, etc, etc. O blog é muito bom mesmo, não tem desperdício.

Mas. O blog não tem categorias, tags, arquivos nem lista de posts recentes. Para completar, não há nem sequer um sistema de busca. A única navegação que ele oferece são os links de “post anterior” – “próximo post”, e 5 posts relacionados, que aparecem no rodapé de cada texto. Então, você me diga: como chongas eu encontro o conteúdo que está enterrado no blog?!

E “enterrado” não é forma de dizer. O IttyBiz começou em 2007. Tenho certeza de que ela tem toneladas de textos maravilhosos nos arquivos do blog – os quais são praticamente impossíveis de encontrar. O que é enormemente frustrante para mim, e com certeza afugenta pessoas menos persistentes, teimosas e cabeçudas do que eu.

Sim, o blog dela aparentemente é bem sucedido, tem leitores fiéis, bastante comentários, etc. No entanto, é inegável que essas deficiências na navegação do blog impedem que o sucesso do IttyBiz seja ainda maior. Se mais conteúdo estivesse acessível, seria mais fácil conquistar mais leitores mais rapidamente. Seria mais fácil receber mais links, pois os leitores teriam mais posts aos quais linkar. E por aí vai.

Esse é só um exemplo. Tenho visto por aí blogs com o mesmo problema, nem sempre com a mesma configuração de carências, mas sempre com um deficit enorme na navegação. Por isso, resolvi fazer esta lista – para que o SEU blog bacanésimo não sofra do mesmo mal.

Os Imprescindíveis

Estes são os itens que não podem faltar de jeito nenhum, peloamordadeusaquemeilumina.

1 – Sistema de Busca

4 Coisas Que Não Podem Faltar No Seu BlogIsto é Basicus basicorum. Você PRECISA oferecer aos leitores e visitantes uma forma de encontrar qualquer coisa que eles queiram. Simples assim.

Dica: A busca do Google dentro dos blogs é uma reverenda bosta frita. Mesmo que você dê a opção de mostrar anúncios ou não, de realizar a busca só no seu blog ou em toda a web, ou qualquer das outras opções que a busca Google oferece, continua sendo uma porcaria. Tanto visualmente, como na qualidade e clareza dos resultados. De ser possível, evite.

2 – Posts Recentes

Ter uma lista com seus posts mais recentes na sidebar é importantíssimo. Ela permite que seu leitor saiba o que você anda escrevendo ultimamente, sem importar por onde ele entrou no blog – seja pela Home ou em um post qualquer, através de um link direto ou motor de busca.

Dica: Dez posts recentes é o número mágico. Mais do que isso faz com que o leitor “se perca” no meio de demasiados links, e menos expõe muito pouco conteúdo.

3 – Categorias

Categorias são a melhor forma de organizar seu conteúdo. Elas permitem que o leitor navegue nos assuntos que mais lhe interessam, sem ser tão específico como utilizando os resultados de busca.

Claro que isso depende de que você tenha categorias bem definidas e estruturadas, e que as use com parcimônia. O ideal é usar uma categoria em cada post; duas em casos excepcionais. Se você usa várias categorias em cada post, os arquivos das categorias vão acabar sendo redundantes – o que faz com que elas percam sua utilidade e sua razão de ser.

Quase ia esquecendo: em hipótese alguma coloque os posts inteiros nas páginas de categoria. Só o excerpt (resumo) do post, e no máximo 10 resumos por página. Mais do que isso, ou pior ainda, os posts completos, gera páginas compriiiiiiiiiiiidas, que demoram séculos para carregar, e nas quais o leitor vai estar de saco cheio de navegar logo, logo.

Dica: Também não adianta ter 40 categorias. Isso fragmenta demais a navegação. Nem ter apenas 3 ou 4 categorias – você vai ficar com demasiados posts em cada categoria, e a navegação continuará sendo ruim. Eu recomendo entre 10 e 15 categorias, incluindo as sub-categorias.

4 – Posts Relacionados

4 Coisas Que Não Podem Faltar No Seu BlogUma lista de post relacionados no rodapé dos seus textos fisga o leitor, faz com que ele passe mais tempo no seu blog e navegue em mais páginas. Se você não tem uma, está perdendo muitas oportunidades – desde aumentar seus page views, até conquistar novos leitores fiéis.

Além disso, os posts relacionados são uma das melhores formas de “desenterrar” seu conteúdo – são um bloco de espaço onde textos antigos estão constantemente aparecendo. Por si só não resolvem muita coisa (como eu comentei no exemplo lá em cima), mas complementam de forma perfeita uma boa navegação.

Dica: Cinco posts está de bom tamanho. É uma boa quantidade de opções para o leitor clicar, sem que fique uma lista muito longa. Além disso, pense no título que vai colocar em sua lista – “Posts Relacionados” é o mais comum, mas uma frase curta que chame a atenção vai funcionar muito melhor.

Os Recomendáveis

Estas funcionalidades não são imprescindíveis, mas ajudam a construir uma navegação bem feitinha.

1 – Arquivos

Não são a coisa mais útil do mundo; afinal, ninguém está interessado em saber o que você publicou em Outubro de 2006 (digo, ninguém usa esse tipo de critério para procurar coisas). Mesmo assim, ter um sistema de arquivos bem organizado e limpo é uma adição recomendável, pois além de ser padrão (muita gente espera que você tenha arquivos, mesmo que não vá navegar muito neles), oferece a possibilidade de que o visitante veja um mês inteiro de posts de uma só vez.

Dica: As páginas de arquivos não devem mostrar mais do que um excerpt de cada post, e não mais de 10 posts por página, se você vai usar excerpts. Se quiser mostrar um mês inteiro em uma página, pelamor, coloque só os links dos posts. Aliás, na minha opinião, esse é o melhor formato de página de arquivos – uma lista de links.

2 – Links de “Post anterior” – “Próximo post”

Esses links, que geralmente são os títulos dos posts linkados, são outra opção bacana para mostrar mais conteúdo e dar mais opções ao leitor.

Dica: Os links podem estar no cabeçalho do post (antes do título), no final do post (antes dos comentários), ou no rodapé da página, antes do footer. No entanto, se você costuma ter muitos comentários, é melhor colocá-los no cabeçalho ou no final do post; caso contrário, o mais provável é que o leitor só veja esses links se for comentar, o que nem sempre ocorre.

A Grande Dúvida: As Tags

4 Coisas Que Não Podem Faltar No Seu Blog #confesso que não gosto de tags. Não lhes vejo muita utilidade, nunca vi. Não conheço ninguém que navegue usando tags, mas todo mundo coloca tags em seus blogs. De onde vem a idéia de que o visitante ou leitor usa as tags para alguma coisa, não sei. Já usei tags do Technorati e do BlogBlogs, e não percebi diferença alguma nas visitas ou page views, quando deixei de usá-las.

Eu uso tags por uma única razão: o Simple Tags, que é o plugin de posts relacionados que uso, funciona baseado nelas. Se não fosse por isso, eu não usaria tags em lugar nenhum.

No entanto, não tenho provas concretas de que elas não servem para nada, então listo-as aqui porque são um dos ingredientes “clássicos” da navegação. Se você gosta de tags, use-as; mas com bom senso, por favor.

  • Ter trezentas mil tags é inútil para a navegação. Seja parcimonioso e pense nelas como pequenas sub-categorias.
  • Ter tags redundantes – “blog” e “blogs”, ou “mídias sociais” e “social networking”, por exemplo – é mais inútil ainda.
  • Colocar tags demais em cada post também é contraproducente. O que o leitor vê é um amontoado de links sem atrativo nenhum para clicar.
  • Cuidado com os typos – cada vez que você coloca uma tag digitada errada em um post, criou mais uma tag, e está enchendo seu blog de porcarias.
  • O Blogger não tem tags. Ou melhor, tem, mas elas devem ser usadas como categorias, já que ele não oferece essa opção. Categorias são muito mais importantes do que tags, na navegação; e como eu disse, devem ser bem definidas e utilizadas de forma bem mais estrita do que tags.
  • A bendita Tag Cloud ou Nuvem de Tags não serve para nada. Sempre achei isso, e não sou a única: The Death of Tag Clouds (link via Lu Freitas)

Finalizando

Se o seu blog carece de alguma das funcionalidades imprescindíveis, aconselho que você cuide de implementá-la o mais rápido possível. Todo blogueiro conhece tão bem seu próprio blog, que às vezes esquece que o leitor/visitante não tem a mesma familiaridade e que ele vê as coisas de forma bem diferente de nós. E isso é um belo tiro no pé.

Para encerrar, eu gostaria de saber a sua opinião: quais funcionalidades você considera imprescindíveis na navegação de um blog? Que coisas você acha inúteis e/ou que atrapalham mais do que ajudam a navegar?

Até a próxima! 🙂

Nospheratt, pensando na vida

Nospheratt

Quando eu cheguei (2006 - primeira era jurássica da Efigênia), isso aqui tudo ainda era mato.

Previous

Eu Não Quero Ensinar Você A Blogar

Next

O Problema De Ser Diferente

37 Comments

  1. Viva, o Análise tem tudo isso, hehe!

    Realmente os textos do IttyBiz são muito bons, e até mesmo o design. Só falta a usabilidade mesmo.

    Achei interessante você abordar as Tags desta maneira, pensei que só eu pensava assim! Eu também utilizo as Tags apenas para relacionar posts de uma maneira mais eficiente (por mais que se possa fazer isto por categorias) e, no máximo, para dar um estilo de navegação mais profundo do que as categorias (fazendo-as funcionar quase que como subcategorias). Mas atualmente aboli a apresentação da navegação por Tags no Análise até mudar de opinião.

    No mais, acrescentaria à sua lista uma seção especial na barra lateral com os melhores textos do blog, que podem contribuir muito para mostrar o bom conteúdo aos visitantes de primeira viagem.

    Um grande abraço e parabéns pelo ótimo texto, Nosphie.

  2. Nosphie, o Blogger também não oferece os “post relacionados”. O que dá pra fazer, colocar manualmente?

    Adorei as dicas, como sempre. Beijos!

    • Marina, você pode colocá-los manualmente, mas isso dá muito trabalho, né? 🙂 Existem hacks para isso, eu tenho um aqui no blog: Lista de Posts Relacionados no Rodapé do Post para Novo Blogger – Blogspot

      Ele só tem um problema: o WordPress corrompe o código postado, e eu nunca consegui arrumar isso. Mas é fácil de resolver: quando copiar o código, procure tudo o que aparentemente são aspas e aspas simples (’‘ e “”) (que na verdade estão como acentos) e substitua por apóstrofos (‘ e ”). Aí o código vai funcionar. Qualquer coisa, me mande um email. 🙂

  3. Concordo em quase tudo, exceto: A pesquisa personalizada Google, quando bem configurada, é a melhor que existe….

    []’s
    Compulsivo

  4. Gostei do post, e compartilho a mesma opinião que a sua. Um blog deve ter um ótimo sistema de navegação.

    Já vou providenciando uma caixa de busca melhor para o meu…

  5. Olá Noshperatt,
    Qualquer ferramenta tem a sua utilidade, e entendo que as considerações foram para a forma mais usual que se encontram os blogues.
    Mas vou dar pitaco em dois pontos:
    O número de posts recentes listados devem variar de acordo como o blog é usado.
    Para um blog com posts sobre “eventos bem datados”, mas com pouca frequencia de postagem 10 já pode ser exagero. Isto é, fica ressaltado algo que já é passado. Já com muita atualização, pode ser necessário mais de 10.
    No meu blog sobre futebol, e com vários autores, o número de 15 postagens cobrem por volta de duas semanas de artigos e mais ou menos deixa evidente por ali alguns artigos sobre os 4 clubes do RJ e mais qualquer outra coisa.

    ****
    Para um blog sobre futebol, onde os assuntos se repetem em demasia e há a necessidade de categorização (diversos clubes, campeonatos, esportes e Seleções), as Tags funcionam muito bem.
    Admito que não para a navegação, mas ajuda bastante a “guardar” de forma organizada coisas “menores” que dificultariam arquivar como posts onde jogadores são destaque. Com as Tags, posso colocar os personagens, sem bagunçar as categorias. Lá no futuro, lista-se o histórico desse jogador no blog (que aliás, pode mudar de clube e de País, inclusive).

    • Victor, sempre vão haver exceções para tudo. Os dois exemplos que você citou não são a coisa mais comum; eu escrevo pensando na maioria dos leitores. Não tenho como ser específica para todos os casos possíveis, nem dizer o tempo todo “na maioria dos casos o melhor é…”. 🙂

      Sobre as tags, você acaba de dar um bom exemplo dos motivos pelos quais eu as incluí no post, mesmo não gostando delas. 😉 E achei excelente a idéia de usar tags para ter o histórico do jogador, grande sacada! 🙂

  6. Ah sim. Eu entendi. Até porque, se for colocar tudo quanto é ressalva, a gente não escreveria post e faria dissertação.
    Comentei o uso em exceção só para complementar o post (o bom do espaço para os comentários que podemos esmiuçar as linhas gerais do post 🙂 ), da mesma forma que todo mundo deve ter algum porémzinho para citar.

    • Certamente. Aliás, esse diálogo que me permite saber o que você pensa, e que permite que você acrescente e esmiuce o que eu disse é uma das coisas que eu mais gosto nos blogs. 🙂

  7. Nosph
    Obrigada por compartilhar este tesouro. Vou pôr em prática algumas delas.
    Tenho uma dúvida: como fazer para as categorias mostrarem apenas o resumo dos posts?

    beijo, menina

  8. Muito, muito bom, Nospheratt. Como esquecemos tudo isso em meio ao dia a dia, é bom sempre relembrar. Estava até pensando em tirar os posts recentes mas bem no fim, vou deixar mesmo, seguindo sua sugestão. Agora esses posts relacionados realmente são fundamentais e tenho adiado a colocação por meses…

    Quanto às tags, elas não servem para navegação, mas são muito úteis, ao menos no meu caso, para SEO. Muitas das minhas posições no google se devem às páginas de tags. Justamente por isso eu deixo a nuvem de tags somente na primeira página, onde elas ganham alguma relevância por estar na primeira página do site, e podem lá ser úteis a alguém mais detalhista. Fora isso poderiam ser tiradas mesmo.

    Ótimo texto!

  9. Eu no começo não usava catoria e nem post relacionados,depois que aperfeiçoei meu blog e também é claro pela analise do Alan do analiseblogueira melhorei um pouco.
    Mas como já li e comentei primeiro de tudo uma boa página inicial com um template bonito e bem organizado para assim prender o leitor.
    Bjs!

  10. Ótimo artigo, muito bem organizado.
    Ótimo blog também. Já está em um dos meus favoritos.

    @artigo
    Que coisas você acha inúteis e/ou que atrapalham mais do que ajudam a navegar?

    Acho que um blog que possua muitos banners e propagandas(adsense, hotwords), mostra que ele só está interessado em ganhar dinheiro e não agradar seu publico, além de poluir a nossa visão e atrapalhar a leitura de textos. (Acredite, tem blog que no meio do artigo, há uma quebra de linha absurda para colocar o banner de algum link que nos faz até perder a concentração.
    Um abração e sucesso.

  11. Ufa!
    Ainda bem que o Blon tem isso tudo.
    Apesar de ainda ter muitos problemas os quais estou apressadamente tentando resolvê-los (além e principalmente o tema), estou no caminho certo.

    Ótimo post Nospheratt!

    Um grande abraço!

  12. Nossa, amei esse post!

    Fiz dele um tutorial e enquanto lia, ia observando o Menina Digital para ver como estava organizado.

    Mudei algumas coisas pra lá outras pra cá..e achei que ficou mais bem distribuído. Eu estava atolando a sidebar-a, então criei a sidebar-b..e fiquei ótimo, rss eu acho =P

    Eu usava os posts mais recentes e os mais lidos lá no bottom..mas realmente, tem gente que morre de preguiça de rolar o browser, portanto mudei de posição!

    Uso o search do google, e acho que pra mim funciona legal!

    Muito obrigada pelas tuas orientações bem diretas =) Achei bem proveitoso!!

  13. Noshie, tive problemas. Mandei um e-mail para você.
    Beijos!

  14. Gostei do artigo. Concordo contigo em cada item,infelizmente muitos blogs não apresentam essas funcionalidades e alguns ainda insistem em não utilizá-las. Só não uso esse lance de “Arquivo” porque o do Blogger é feião, mas depois de ler este artigo confesso que parei pra pensar melhor nisso.
    Parabéns pelo artigo!

  15. “Quais funcionalidades você considera imprescindíveis na navegação de um blog?”

    Em primeiro lugar: organização. Posts divididos em categorias, com títulos claros. Cada post também deve falar sobre um assunto específico, quando leio algum artigo que não tem um tema definido perco logo a paciência e procuro outro blog.

    Todas as funcionalidades citadas por você também são imprescindíveis, mas tudo isso aliado a um tema bonito e simples (com fundo claro, por favor) torna o blog muito mais atraente.

    “Que coisas você acha inúteis e/ou que atrapalham mais do que ajudam a navegar?”

    Links enormes, gifs animados, temas cheios de “perfumarias” e fundo escuro (principalmente se for: fundo preto + fonte roxa ou rosa e afins).
    O conteúdo do blog é o mais importante, coisinhas fofinhas pulando só atrapalham a navegação.

  16. Não sei como vim parar aqui, mas cheguei e bem atrasada…rss
    Já poderia ter melhorado em muito meu humilde blog…
    Estou tentando ler os demais posts onde vc dá as dicas do que se pode ou não fazer…questões de creditos, direitos autorais, mas pelo jeito vou ter que ficar passeando por aqui bem uma semana, rss
    Você é maravilhosa nos detalhes e consegue mostrar o que muitas vezes está na nossa cara, mas nem sempre queremos ou conseguimos enxergar…

    Valeu!

  17. Vera

    Este artigo esta cheio de informações muito tecnicas. Vou guardar-lo e reler-lo mais tarde quando entender melhor o que são a maioria das coisas a que se refere. Ve-se que quem escreve é um internauta experiente em navegação eficiente. Pois só assim teria a ideia de que o tal blog que mencionou teria outros artigos inacessiveis pela falta de um indice mais claro. Muito tecnico demais pra mim.

  18. Post muito interessante, vou tentar ajustar meu blog e assimilar algumas idéias adquiridas aqui. wlv!!!

  19. Sil

    Ainda estou começando nesta vida, então, só passei pra agradecer as dicas. Foi mais uma forma de complemento à minha humilde página “engatinhante”. E não é que tinha quase esquecido a ferramenta de busca? 🙂

  20. Olá,adorei este cantinho virtual.Você está de parabéns.Criei um Blog faz apenas um mês,pois frequento um site de concurseiros há algum tempo e por indicação dos meus próprios colegas acabei sucumbindo a essa febre.Não posso reclamar,já que em pouco tempo ,até que tenho um número considerável de seguidores.Meu maior problema,além da falta de tempo é que não sei lidar mto bem com algumas ferramentas.No começo tinha uma outro administrador que me ajudou a monta e organizar o Blog,mas ele sumiu e fiquei sozinha a ver navios…rs
    E como assumi a responsabilidade com meus seguidores,não posso voltar atrás.Então peço encarecidamente,assim que vc tiver um tempinho,por favor,visite meu Blog e se possível gostaria que vc(Ou algum dos seu seguidores) me desse algumas dicas.Apanho muito qdo preciso alterar HTML,é um parto.Segue link e meu endereço acima.Desde já,grata!

  21. oie!!
    adorei o seu trabalho!!!
    voce faz o que faz muito bem!! Tem me ajudado muito!
    tenho um blog, de uma banda (a SNN), meus amigos fazem o conjunto da banda e eu sou blogueira. (inexperiente)
    Pensei que entendia um pouco mais sobre assunto, mais acabo de ver que naum sei nada! é um tanto o quanto complicado.Esse é o meu primeiro blog.Montei o blog a menos de 1 mes! Tenho pesquisado sobre o assunto (achei otimas dicas aqui!) Tenho treze anos, e se não for mto incomodo, peço que me de algumas dicas. Desde já agradeço! (soh pra melhorar um pouquinho kkkk)
    bjs!

  22. Schuffi

    Sou aprendiz, inicie meu blog em dezembro de 2009, agradeço por vc compartilhar com todos essas informações tão úteis!!
    estou adorando suas orientações!!!

  23. Concordo, mais ainda que muitas tags só servem pra poluir o blog.

  24. Nossa!

    Eu sou novo na blogsfera.
    A menos de 2 meses criei um blog com conteúdo técnico voltado pra mecânica, e ainda mal conheço os metablogs.

    Mas uma coisa é certa…
    Nunca vi um blog tão completo e simples de entender como o seu…

    “Quando eu crescer eu quero ser igual a você” ^^’

    Gostei muito do post… Abriu muito meus horizontes.

  25. Oi,
    Preciso dar um trato no meu blog, está bem do jeito errado q foi descrito. Vou tomar jeito!
    Obrigada pelas dicas!
    Abraço

  26. maria paula

    Olá Noshperatt,

    Para quem, como eu, iniciou nestas “lides” dos blogs, há poucos dias,este seu post é de extrema importância. Aliás, como todo o seu blog.. Agradeço o contributo que dá aos internautas interessados nestes assuntos. É tudo o que posso dizer, pois o resto é muito técnico para mim.
    Bem haja

  27. Bem para mim nos meus blogs todos são necessários ter uma caixa de pesquisa e um contador de visitas oficial.Eu acho que a caixa de pesquisa ajuda o leitor a não ter aquela preguiça de ir clicando páge por page. O contador é mais pessoal porq serve para desenvolver o nível do seu patamar bloguês. Atualmente sou um recém nascido bloguês então não tenho muita experiência com blogs, montei meu melhor blog a uma semana e tenho somente 82 visualizações; mas creio que isso vai aumentar conforme a minha experiência bloguistica.para quem quiser conhecer o meu blog acesse: mundo-ecologia.blogspot.com

    Gosto muito do seu site Nospheratt e desejo bons seguidores!
    ]

    JV BLOGS

  28. Que bom, eu tenho quase tudo que você citou! O sistema de busca é o do WordPress.com, que só leva em consideração as palavras chave mesmo, e somente no blog (sem se importar com pagerank ou algo assim, na busca só se encontra posts onde aquelas palavras aparecem).
    Quanto aos posts recentes, há os cinco mais novos na sidebar e uma lista maior, com quinze, na footer (que quase ninguém percebe mesmo). As categorias do meu blog, quase ninguém entende o que querem dizer. Mas, como já disse em outro post, meu blog é pessoal, e só quem me conhece sabe o que elas significam.
    Só não tenho essa lista de posts relacionados… Às vezes, faço-a manualmente. O wp.com não aceita plugins… Há arquivos, há navegação entre dois posts. Mas há tags! Normalmente, são mesmo subcategorias. Tenho o defeito de gostar na nuvem de tags… E o pior é que uso as tags com letras maiúsculas.

  29. Nospheratt,

    Conheci o blog hoje e estou adorando as dicas postadas. É muito legal essa iniciativa pois há muitas pessoas que montam o blog mas não sabem melhorá-lo e/ou mantê-lo – eu sou uma delas. Sinceramente, sou um zero a esquerda nessa questão e fiquei empolgado com as dicas.

    Realmente tenho dificuldades com algumas funcionalidades.

    Abraço!

  30. Oi oi oi,

    acho que uma ferramenta que não pode faltar em um blog é “siga por email”. Eu por exemplo, já me cadastrei no BLOSQUE porque sei que no dia a dia, raramente lembramos de conferir as novidades dos blogs que julgamos interessante. Assim, sei que serei sempre lembrada de me atualizar e fico tranquila!

    Grande abraço,
    Joceanny Lima

  31. Tiago

    Muito bom seus posts, está me ajudando realmente bastante a criar meu blog… Que por sinal ainda está em processo de criação.
    Mas eu gostaria que você esplicasse como eu coloco essas coisas no meu blog, não parece muito fácil…
    Por exemplo, eu não seu como por a pesquisa que não seja pelo google (a única opção de busca que tem nos gadgets)…
    Como põe proxima pagina e anterior..
    Como divide os posts em categorias…
    Eu sei que aos olhos de um blogueiro experiente eu sou uma pedra
    Mas eu gostaria que você me ajudasse respondendo essas questões, obrigado.

    • Tiago, você não parece uma pedra. Eu também não sabia nada quando comecei, a gente vai aprendendo. 🙂

      Pelo que você diz, imagino que usa Blogspot. Recomendo que leia o Dicas Blogger, A Juliana ensinam tudo sobre Blogspot. 🙂

  32. Marcelo Henrique

    Muito bons seus textos e a ideia de criar um blog para ajudar a como criar um blog, interessante !

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén|Social Icons by Freepik