Blogando com Alma... Ainda.

Projetos Demais, Produtividade De Menos – It’s Ironic, Don’t You Think?

Uma pequena reflexão, para encerrar a semana:

– Você está assumindo projetos demais?
– Tentando fazer demasiadas coisas ao mesmo tempo?
– Assinando mais listas de email do que deveria?
– Desperdiçando seu tempo com coisas que não servem para nada?

Nas últimas semanas eu dei uma boa olhada no que estava fazendo com minha vida blogueira – que como você sabe, é meu trabalho.

Queda de Produtividade

Como você também deve saber, eu faço mil coisas ao mesmo tempo. Tenho váááários blogs, desenvolvo projetos relacionados com eles, participo de listas de discussão, de projetos de outros blogueiros, ajudo a todos a quem posso… e além disso, tenho que cuidar do backstage – spam, comentários, email, theme, layout, atualizações, segurança, etc.

Além disso, vivo tendo idéias para fazer mais coisas, e recebendo convites para participar de mais coisas ainda. E eu adoro fazer tudo isso, “de modos que” acabo topando muita coisa. Mais do que deveria, mais do que posso realizar, mais do que é humanamente possível.

E chegou a um ponto em que percebi que não posso continuar assim. Tenho que escolher cuidadosamente que coisas vou fazer, que projetos vou desenvolver e onde vou investir meu tempo. Pois por muito que eu queira, sou só uma pessoa, o dia só tem 24 horas, e tenho uma vida fora da Internet, pra viver.

Já estou tomando medidas nesse sentido. Já desassinei várias listas de email, já recusei alguns projetos e estou pesando e analisando outros, antes de decidir se vou participar ou não. Já descartei alguns de meus próprios projetos, e coloquei outros em stand-by – voltarei a eles algum dia, caso seja viável.

Embora eu quisesse poder dar conta de tudo, não posso. Se quero ser uma pessoa produtiva – e não só quero, como preciso ser – tenho que distribuir meus recursos (tempo, energia, atenção, criatividade, etc.) de forma consciente e inteligente.

E você também. Que tal aproveitar o dia de hoje, ou o fim de semana, para dar uma olhada nos seus projetos, e na forma como você administra seus recursos? Será que se você abrisse mão de algumas coisas, não poderia se dedicar melhor à outras? Será que você não ganharia mais direcionando seu foco e sua energia para menos pontos, ao invés de dispersá-los?

Pense nisso.

Nospheratt, pensando na vida

Nospheratt

Quando eu cheguei (2006 - primeira era jurássica da Efigênia), isso aqui tudo ainda era mato.

Previous

Feed-Se Edição Especial – Democracia

Next

Use o Evernote Para Administrar Seus Blogs

15 Comments

  1. Foi o que eu comecei a fazer a cerca de duas semanas, depois de ler o Bê-a-blog e começar a analisar alguns fatores, percebi que meu rendimento tinha caído muito.
    É, de certa forma, triste abandonar projetos, mas todos temos limites.

  2. Eu também fiz isso. Já cheguei a ter 19 blogs ( loucura total ).
    Tinha um blog para cada assunto. Mas chegou a um ponto que ví que ficava mais tempo na frente do computador e deixava de fazer outras coisas que gosto.
    Então, dias desses, num acesso de mal humor extremo, deletei alguns blogs, perfis, cancelei algumas newsletters e tals.
    Meu tempo agora ficou mais ajustado e voltei a fazer um bocado de coisas que não fazia.

  3. Olá moça,

    é isso aí. Acho que o Problogger nacional de vanguarda, como você, está numa encruzilhada natural. Desejo sorte!!!!!!!

  4. Eu já estive por várias vezes nessa mesma situação, onde devemos decidir o que é ou não importante para continuar dentro das tarefas e projetos.

    Semana passada, enquanto estava no trânsito, pensei exatamente em defineir melhor os projetos e na otimização de meu tempo para que pudesse dormir bem e ter horas de lazer sem problemas, mas ficou por ali mesmo. Porém você veio me lembrar e me fazer repensar em neste fim de semana organizar o tempo e usar melhor a taskmanager.

  5. Sabe uma coisa que me ajudou muito? Definir um tempo por dia para responder comentários. Só de fazer isso metade de tudo que eu faço ganhou um horário certo, regrado. E graças a isso, elegi minhas prioridades.

    Hoje vivo lido bem melhor com meus 4 blogs do que três meses atrás.

    🙂

  6. Se eu disse que já são 17h31m e não fiz NADA hoje das coisas que eu realmente queria/precisaria priorizar, você acredita, né?

    Eu tô ficando doida, juro que tô.

  7. Também preciso ser ainda mais seletivo. Esses últimos dois meses foram para aprender isso.

    Beijos!

  8. Eu também estou precisando fazer uma reavaliação de várias coisas, dar uma arrumada na agenda de compromisso e rever projetos. Tenho buscado fazer muita coisa, mas nem sempre tenho dado conta de tudo. Afinal, nós somos seres humanos e não máquinas.

  9. Nospheratt,

    Eu tenho um sério problema com ansiedade. Inclusive, de vez em quando, tenho que tomar umas bolinhas pra me acalmar e conseguir dormir. É foda! Vivo tendo milhões de idéias nenhuma delas chega a se realizar.

    Outro grande problema que eu tenho é não saber dizer não. Isso é complicadíssimo! Tem momentos que você simplesmente não pode pegar mais coisas para fazer, ou então tem que ser realista e franco com o seu cliente pra ele entender o porquê você não vai pegar aquele trabalho agora.

    Eu não tenho essa habilidade. Normalmente aceito fazer pensando em dar “um jeitinho”, mas isso pode acabar queimando meu filme porque na maioria das vezes não consigo entregar no prazo, etc… E também acabo ocupando 100% do meu tempo com projetos e não sobre mais nem um espacinho pra estudar ou fazer outras coisas. Resultado: stress lá em cima, ansiedade idem e notas ruins na facul e no inglês.

    É dose!

  10. Te compreendo perfeitamente e concordo 100%, porque passei EXATAMENTE pela mesma reflexão e cheguei a EXATAMENTE a mesma conclusão coisa de uns 3 meses atrás (muito embora, por questões pessoais, ainda não tenha colocado isso 100% em prática. Ainda!). Acho que somos muito parecidas neste aspecto – muitas idéias, muita vontade de fazer muitas coisas diferentes. Tudo muito…

    É bem isso, chega uma hora em que temos que priorizar, escolher pra onde vai nosso tempo e energia. Achando difícil escolher onde queria colocar meu foco, veja só, percebi que a única forma (por mais exageradamente metódico que isso soe!) seria fazer uma matriz para clarear minha capacidade de julgamento. Pontuei cada projeto de acordo com diversos critérios, considerando inclusive aqueles que estavam ainda em estágio de planejamento. E assim cheguei a uma conclusão bem clara.

    Eu acho que quando se trabalha sozinho chega uma hora em que os recusros individuais se esgotam mesmo. Cogitei até a possibilidade de contratar uma pessoa para me ajudar com coisas que poderiam ser delegadas. Mas a verdade é que neste tipo de trabalho que fazemos, o grosso mesmo está dentro da cabeça da gente – de forma que o caminho acaba sendo optar pelos projetos que fazem mais sentido de diversos ângulos. Eu até tenho um projeto quase que 100% delegado hoje, mas aí você não sente mais que o projeto é teu…

    Boa sorte pra você, Nosphie. A qualidade do teu trabalho é excelente mesmo em meio a este caos que eu compreendo muito bem por experiência própria. Só vai melhorar ainda mais quando você achar teu foco e direcionar as energias.

    bjs.

    Patty.

  11. Sou igual ao Rics! Com a diferença de que fujo das bolinhas (rs). Quase sempre vou dormir com a cabeça a mil e fico rolando horas tendo idéias e revendo projetos por horas e horas.

    Parece uma maldição. Sem contar que as vezes acordo de madrugada para “por alguma coisa no papel” e depois meu dia vai para o espaço.

  12. Boa idéia Nospheratt, montei uma “rotina” diária porque do jeito que está não fica, valeu a dica, foi, digamos, uma luz no fim do túnel.

  13. As idéias nos enganam. Nem sempre uma grande idéia deve ser colocada em prática, simplesmente porque não tem nada a ver com a gente. No ramo comercial é fácil, você monta, forma a clientela e depois vende como já vi acontecer muito. Na internet os sites são tão pessoais que não haverá jamais forma de passar a idéia adiante. Até dá, mas não é tão simples.

  14. Concordo plenamente com você, inclusive tem alguns tópicos em que eu me encaixo perfeitamente. São todos projetos que queremos ralizar que às vezes temos que tomar a dura decisão de abandonar alguns para chegarmos ao sucesso.
    Mas precisamos ter foco, dedidar o máximo até o fim, percebi por experiência própria que tentar fazer tudo ao mesmo tempo, nunca sai nada, ficamos parados no mesmo lugar. Sempre é importante planejar cada etapa, tudo que será feito, é assim que estou levando meus projetos, tenho planejamento para cada dia da semana.

    Mais uma vez parabéns

  15. Como a Lu Monte, eu também tô ficando doida, tão doida que se não comento na hora que leio, depois fica só um tic-tac no cérebro avisando “você tem que comentar um post interessante…interessante, interessante” e depois quem diz que eu lembro qual é?
    Preciso desistir de algumas coisas, umas tenho medo de largar, outras não posso mesmo querendo e outras gosto tanto…
    Enfim é isso, seus textos caem como uma luva. beijo, ra

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén|Social Icons by Freepik