Blogando com Alma... Ainda.

Ah, Esses Plagiadores e Suas Caras de Pau Maravilhosas…

Eu prometi que ia explicar a razão do escândalo. Agora sim, com a cabeça fria, vou falar melhor sobre o que aconteceu.

No fim de semana que passou descobri que fui plagiada duas vezes. Da primeira vez, uma alma caridosa (e anônima) veio me avisar. No outro dia – sim, um dia depois – descobri através dos feeds do Google o outro FDP.

Eu sei que é comum, que vai acontecer mais vezes, que deve ter outros plágios por aí dos quais não estou sabendo, eu sei tudo o que vão me dizer, mas me esquentei mesmo. É FODA dar de cara com um texto seu, um material que você ralou pra escrever, no qual investiu neurônios e tempo, publicado na íntegra em outro lugar – sem créditos. Pior ainda quando o FDP assume a autoria do SEU trabalho.

Nenhum dos dois plágios está no ar. O primeiro era um blog feito exclusivamente de plágios; o cidadão teve a cara de pau de colocar na sidebar do “blog” um texto que dizia que no “Pastel de Feira” (nome do blog), você podia encontrar de tudo, e que “o autor da massa é irrelevante”. Traduzindo: “Eu plagio, roubo textos, e daí? O autor do texto é irrelevante.”

O idiota é tão idiota, mas tão idiota, que plagiou este post meu: Descubra se Você Está Sendo Plagiado (!!!) e colocou como título: “Estou sendo plagiado“. É mole?

Tinha lá, não só um texto meu, mas textos do Cópia Carbono (haha, o Copiador Descarado foi descaradamente copiado), do Meio Bit, do Marmota… e sei lá de quem mais. O Marmota – avisado pela mesma alma caridosa que me avisou – mandou um email denunciando o plagiador ao WordPress.com, onde o FDP estva hospedado, e o blog foi deletado por eles. Excelente.

O segundo FDP copiou o meu Top 10 – Habilidades Para Ser Um Problogger Bem Sucedido, e só mudou o título. Até mesmo as negritas e o span color que eu havia usado, estavam lá, igualzinho. Ah, ele também deletou esta frase, provavelmente para evitar ser descoberto:

Esses dois canais diferentes estão bem explicados neste artigo do Lucrando na Rede:Ganhando Dinheiro com seu Blog.

Ele não contava com a astúcia das minhas buscas no Google.

Deixei lá um comentário grosseiro e insultante – eu estava furiosa, mas não me arrependo; plagiador não merece ser tratado com educação, é um ladrãzinho qualquer – exigindo que ele retirasse meu post de lá. No outro dia ele retirou. Não fez menção ao assunto, obviamente; nem respondeu o comentário que eu deixei no profile dele no Orkut.

As denúncias de plágio têm pipocado ultimamente na lista blogosfera. Por exemplo: uma tal de Débora X plagiou o Blog Google Discovery no dia 4 de maio, usando a frase “Na internet o que vale é a informação!”.  O legítimo autor do texto reclamou, e a mulher SE OFENDEU! Veja o que ela disse:

É inacreditável, a internet como um espaço livre, eu ser ameaçada descaradamente por espor noticias de um blog, que nem vale a pena identicifica. Foi ameaçada, por simplesmente achar que este blog era uma referência de conhecimento. Não acho mais. Sinceramente me sinto muito infeliz com o que tenho visto por ai.

Erros de português do original.

Abuso de poder?? É impressionante a cara de pau dessa gente.

Desde quando plágio é direito? Desde quando reclamar por ter sido plagiado e exigir a retirada do plágio virou abuso de poder? Não sei se o Renê (autor do Google Discovery) realmente a ameaçou; mas você não pode roubar a propriedade dos outros e esperar que lhe atirem rosas. Sim, propriedade intelectual; plágio é crime.

No próximo post: mais sobre o que é plágio, a legislação aplicável, e algumas idéias sobre o que você pode fazer a respeito.

Nospheratt, pensando na vida

Nospheratt

Quando eu cheguei (2006 - primeira era jurássica da Efigênia), isso aqui tudo ainda era mato.

Previous

AVISO AOS PLAGIADORES: JÁ CHEGA!!!!!

Next

Plágio e Direitos de Autor nos Blogs – Legislação Aplicável

21 Comments

  1. Allan Brito

    O blog do “cidadão” ainda está recheado com links para material impróprio.

  2. Nospheratt

    Verdade, eu tinha esquecido disso! Pena que ele não usa nenhum sistema de monetização, senão era fácil ferrar com ele!

  3. Rafael Schouery

    Complicada a situação. Mesmo com a existência de licenças como a Creative Commons, em que basta a pessoa citar quem escreveu ainda existe o roubo de conteúdo.Não custa nada a pessoa falar quem publicou…

  4. Nospheratt

    Complicado, sim. Se roubam mesmo de quem permite a reprodução do conteúdo, e só pede uma citação de fonte, pior ainda para quem não dá tanta liberdade… Eu não permito reprodução do meu conteúdo na íntegra; um parágrafo ou citação é “fair use”, mas mais do que isso é violação de copyright, mesmo com citação. Esses FDP não tão nem aí, não ligam pra CC, roubam de cara mesmo.

  5. Ronaldo Camacho

    Uma vez, durante uma queima de CDs piratas apreendidos, não sei que assessora de qual órgão de apoio à s minorias desfavorecidas do governo Lula foi vista separando algumas cópias. Perguntada sobre o destino das cópias, disse que eram para “pessoas que não podem comprar um CD”. Depois o próprio presidente assiste um filme pirata no avião (não sabia, claro!). Esse é o conceito que o governo atual tem sobre propriedade. Isso p/ não falar no MST.Fica fácil entender porque essa cidadã acha que a internet é livre. Também deve achar que, se uma pessoa não pode pagar um produto/serviço, deve ter de graça.

  6. Nospheratt

    Eu não tenho carro, será que ela me deixa usar o dela? :)A Internet é livre. O que não é livre é o uso e abuso que fazem de tudo que está nela. O pessoal faz essas coisas porque, como não há uma fiscalização permanente, fica fácil. “Como ninguém está olhando, vou roubar, ninguém vai ficar sabendo.”Prova disso é que na maioria dos casos, quando o ladrão é confrontado pelo legítimo dono do conteúdo, não contesta nem defende seu ato; simplesmente apaga os vestígios do crime, na esperança de que ninguém mais fique sabendo do que aconteceu. E geralmente, quando o plagiador manda o autor legítimo se phoder, ele está se baseando na crença de que a pessoa que está sendo lesada não pode fazer nada contra ele. Isso não é bem assim, felizmente.Resumindo, plagiador plagia porque acha que pode, porque é fácil, e porque acha que não vai ser pêgo.

  7. Renê Fraga

    Olá Nospheratt! Tudo bem?É ridículo o que estamos enfrentando em relação a esses plagiadores. A quantidade de plágios que podemos conferir na lista da blogosfera é absurdo!Felizmente a denúncia ao AdSense tem funcionado na remoção e colocado medo nesse pessoal que não tem o que fazer. E nem mesmo o que criar.

  8. Nospheratt

    Oi, Renê! :DÉ ridículo, sim, e bastante desanimador… Pois a verdade é que os plágios denunciados na lista nada mais são do que uma porcentagem mínima dos que realmente existem por aí!Mesmo assim, é preciso lutar. Eu não vou ficar paranóica e sair todos os dias a procurar plágios de meus textos, mas certamente não vou deixar passar aqueles que chegarem ao meu conhecimento de uma forma ou de outra. Quando seja possível denunciar, vamos denunciar!Estou escrevendo um post com alguns conselhos sobre como agir nesses casos, e uma das melhores formas de phoder um FDP desses é fazer com que seja expulso dos programas de monetização. Isso quando ele usa né… com o plagiador que não usa monetização, é um pouco mais complicado. 🙁

  9. Meira da Rocha

    Ronaldo, não se pode confundir cópia sem licença (quebra de monopólio de cópias) com plágio. São coisas BEM diferentes. Quem nunca cantou “Parabéns a você” na íntegra (copyright da Warner) sem licença?

  10. Nospheratt

    É verdade. Plágio á assumir a autoria do trabalho de alguém; Cópia sem licença é copiar um trabalho sem a permissão do autor, mesmo que se indique a autoria. As duas coisas vão contra a lei; embora eu ache que ninguém vai ir preso por cantar “Parabéns à você” em festinhas de aniversário… 🙂

  11. Anonymous

    Dá uma olhada no copyscape, procura no google pois o blogger parece estar bloqueando urls. até e boa sorte com o blog

  12. Nospheratt

    Obrigada. E desculpe, mas não entendi o que você quis dizer com “o blogger parece estar bloqueando urls”. :SSe puder explicar, agradeço.

  13. Essa semana coloquei no meu blog a licença Creative Commons (CC) que autoriza a cópia do conteúdo com a citação da fonte. Desde que não seja para fins comerciais. Achei interessante, vc determina o que podem copiar, um post ou o blog inteiro.
    Foi o Alessandro Martins que postou no “QueroTerUmBlog.com”, gostei da ideia. Quem se interessar

  14. Olá Nospheratt, site https://www.copyscape.com é uma boa ferramenta para verificar se você esta sendo plagiado.

  15. Em todo blog que visito, sempre tem um artigo falando desse assunto.
    Bom, não lembro de quem é a frase, mas já ouviu “Nada de cria, tudo se copia?”. Pois é, vê-se de tudo nessa vida.

  16. Josy Cerqueira

    É foda, realmente tem muita gente FDP. enquanto ficamos horas desenvolvendo um bom texto, esses vermes simplesmente copiam. Grrrrrrrr

  17. afffffffffffff fui plagiada só descobri porque chegou no meu contador visitantes que haviam sido redirecionados por outro blog. Quando fui lá ver o blog tinha todo o meu texto e em baixo o link. Mesmo que a “blogueira” tenha linkado meu artigo aquilo foi errado, perdi tempo escrevendo e o pior o blog da criatura q robou meu artigo é feito de plágios só tem texto de outras pessoas!

    Odeio plagiadores não são capazes de criar um texto, mas a vida útil de um blog plágio é curto logo logo a galera se cansa de ler remendos!

  18. isnupi

    Ressucitando… É complicado! Mas como provar se o artigo é seu mesmo? Que foi você quem o fez ? A outra parte, tbm pode dizer que foi ela, e dae como fica?
    Mesmo se a parte “que copiou” diz não ter “copiado”, quais as provas que se usam para que se apliquem punições?

  19. Nospheratt, boa tarde queridona!

    Ontem lembrei de vc e dos seus posts sobre plágio: li um causo sobre o assunto no blog momentumsaga e fiquei estarrecida com a resposta calhorda, cara de pau e &¨%$#@ do plagiador pra dona do conteúdo! Que bandido safaaaaaaado!

    • Mariana, uma desgraça mesmo. Editei o texto porque não quero dar oportunidade de que alguém venha aqui criar caso comigo por causa de terceiros – já me aconteceu. Mas é horroroso mesmo, fui lá no blog ver o caso. Dá vontade de destripar esses filhos da poota.

      E o pior é que essa nem é a pior resposta que já vi em casos de plágio… =/

  20. Realmente o plágio é algo que me deixa muito chateado, eu tenho um blog, onde a principal função é linkar a outros blogs, quando acho um blog, com uma postagem que interessa aos meus seguidores, faço um breve resumo do que se trata e coloco um link apontando a postagem, embora as pessoas passem em meu blog apenas pra procurar um link, estou feliz com isso, pelo menos estou ajudando a divulgar outros blogs, da uma passadinha em meu site: http://www.olinkador.com . E Parabéns pelo blog, estarei sempre por aqui agora!!!

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén|Social Icons by Freepik