Blogando com Alma... Ainda.

Onde Hospedar As Imagens do Seu Blog

A maioria dos blogueiros que conheço hospeda as imagens que ilustram seus posts no próprio blog – seja no WordPress ou Blogspot.

Eu sou do time minoritário que hospeda imagens externamente. Faço isso primordialmente para economizar banda e espaço em disco no meu servidor, mantendo meu custo de hospedagem no mínimo possível.

Claro que tudo tem suas vantagens e desvantagens. Hospedar imagens externamente implica em que preciso fazer upload delas ao serviço externo, e depois inseri-las no post. Para mim, o “custo X benefício” compensa o trabalho.

Este post é para quem, como eu, quer hospedar suas imagens externamente. Há uma infinidade de serviços gratuitos de hospedagem de imagens, mas vou recomendar apenas dois – são os que eu uso.

Onde Hospedar As Imagens do Seu Blog

1 – Picasa

Quem tem blog no Blogspot automaticamente usa o Picasa para hospedar as imagens dos seus blogs. O limite de armazenamento de 1GB é inexistente na prática, pois imagens menores a 2048px não “contam” no armazenamento – e ninguém usa imagens desse tamanho no blog.

Mesmo que você não use Blogspot, pode utilizar o Picasa gratuitamente; basta ter uma Conta Google.

Se algum dia você exceder o limite de armazenamento (coisa que eu acho improvável), pode comprar mais espaço – a partir de 20GB por 5,00 dólares por ano. Para a imensa maioria das pessoas isso é desnecessário, pois mesmo tendo excedido o limite, você pode continuar fazendo upload de imagens menores a 2048px.

Que eu saiba, o Picasa não tem limite de banda.

2 – Photobucket

É o serviço que uso para todos os meus blogs. A interface dele é uma %&$#&#$$ pra dizer o mínimo, mas funciona bem.

O Photobucket tem uma coisa que eu acho mega prática: ao ver seu álbum inteiro, você pode fazer hover em cada imagem e ele mostra um menu com várias opções (que pode ser personalizado do jeito que for mais útil para você).

Na prática, isso significa que eu não preciso entrar na página de cada imagem para pegar o link ou código para colar no blog. Para quem usa muitas imagens como eu, isso economiza um tempo interessante – e essa é a razão principal para que eu prefira o Photobucket em vez do Picasa.

A conta grátis do Photobucket não tem limite de armazenamento para fotos, e permite armazenar até 500 vídeos. Ela tem um limite de 10GB de banda por mês.

A conta Pro custa 25,00 dólares por ano, e não tem limite de armazenamento ou banda.

NÃO Hospede as Imagens do Seu Blog no Flickr

A menos que sejam fotos ou imagens criadas por você mesmo. Explico. Nas Regras do Flickr diz:

  • Não faça upload de algo que não seja seu.
    Isso inclui fotos de outras pessoas, vídeo e/ou coisas que você copiou ou coletou por toda a internet. Contas que consistam principalmente de tais coleções podem ser excluídas a qualquer momento.
  • Não use sua conta para hospedar gráficos da web, como logotipos e banners.
    Se descobrirmos que está usando sua conta para hospedar elementos gráficos de design de páginas da web, logotipos, ícones e outros elementos não fotográficos em outros sites, vamos avisá-lo ou encerrar sua conta.

O objetivo do Flickr é que as pessoas compartilhem suas próprias fotos e imagens. Ele não é um repositório de imagens como o Picasa ou o Photobucket. E ele certamente não é lugar para hospedar os gráficos do seu template.

Siga As Regras

Quando comecei a blogar, eu não sabia disso, e hospedava minhas imagens no Flickr. Em 2007 eu tomei conhecimento da regra, e passei a usar o Photobucket. No entanto, as imagens que eu tinha postado antes disso continuavam lá, infringindo as regras.

Este fim de semana finalmente tomei coragem (eram quase 200 imagens) e limpei minha conta. Transferi todas elas ao Photobucket e atualizei os links nos meus post.

Deu trabalho. Levou algumas horas. Mas vale a pena; agora estou seguindo as regras e posso postar minhas fotos no meu Flickr, sem medo de que deletem minha conta.

Importante! Se você cometeu o mesmo erro que eu, e vai limpar seu Flickr também, lembre de PRIMEIRO subir as fotos ao lugar onde vai hospedá-las definitivamente, atualizar os links nos seus posts e DEPOIS deletá-las do Flickr. Caso contrário, seus post vão mostrar um aviso de “Imagem não encontrada” nos posts com links para o Flickr.

Para Quem Usa Suas Próprias Fotos do Flickr

Você usa sua próprias fotos hospedadas no Flickr fazendo hotlink (isto é, sem fazer upload da imagem para outro lugar)? Há uma regrinha mais que você precisa seguir (retirada da página de regras também):

  • Coloque o link de volta para o Flickr quando postar seu conteúdo do Flickr em outros lugares.
    O Flickr possibilita postar conteúdo hospedadas no Flickr em outros sites da web. Entretanto, as páginas em outros sites da web que exibem conteúdo hospedado no site flickr.com devem fornecer um link de volta para o flickr.com de cada foto ou vídeo para a página correspondente no Flickr. Isso oferece uma maneira de obter mais informações sobre o conteúdo e o fotógrafo.

Nas prática, isso significa que se a sua foto está hospedada no Flickr e você pegou o link de lá para mostrar a imagem no seu blog, deve incluir um link para a página da foto. Não para a home do Flickr, nem para o perfil ou photostream do fotógrafo – para a página onde você encontrou a foto.

Essa regra se aplica não só às suas próprias fotos, mas a todas as fotos que você mostrar no blog que estejam hospedadas no Flickr.

Image: John47kent (On Nights) – CC

Nospheratt, pensando na vida

Nospheratt

Quando eu cheguei (2006 - primeira era jurássica da Efigênia), isso aqui tudo ainda era mato.

Previous

Organize Seus Blogs Com Um Wiki

Next

Seu Blog Pode Estar Sendo Bloqueado Nos Resultados do Google

14 Comments

  1. Nospheratt.

    Uma outra possibilidade é usar a conta do DropBox como repositório de imagens. Basta salvar o arquivo em algum lugar dentro do “Public” e com o botão direito no computador (deve ter uma função para isso via web, mas nunca usei) obter o link publicado da imagem.

  2. Nosph !
    Tô lendo todos os posts, e tô adorando os resultados da sua volta ;D
    Olhei o seu Flickr, suas fotos são ótimas, vc é fotógrafa, assim, por Hobby?
    E vi três headers seus que ainda estão lá rsrs
    Eu prefiro hospedar imagens internamente, não tenho paciência de ficar hospedando em outros cantos, mas, quando precisar, eu já sei qual usar.
    Bjãao pra ti….

    • Ahahahahaha Não, eu sou bem ruim de fotografia, aliás. Mas obrigada! 🙂

      Os headers estão lá como registro – são como “fotos” de como os blogs eram nessa época. Não infringem as regras do Flickr porque eu não uso nenhum deles em nenhum blog, e porque são mostras do meu trabalho. 🙂

  3. Larissa

    Bem legal, quando terminar de fazer meu blog vou escolher um e começar a usar.
    ——–
    Nospheratt, me desculpe comentar nesse post sobre um outro, mais é que estou super perdida. Por favor, não riem de mim, mas o que é um wiki? Como faço para fazer um?

    Beijos, tchau… Me desculpe incomodar, mas é que estou com essa dúvida.

    • Atualizei o post do wiki com link para a definição de wiki na Wikipédia – que também é um wiki, inclusivemente. Como fazer um, eu vou explicar em algum outro post. 🙂

  4. Nosphe, já fiz isso que o Becher disse e realmente funciona. Continuo achando que o melhor é ter o Picasa instalado no PC e editar tudo por ali. O bom é que ele sincroniza com a web. Queria, no entanto, que fosse mais fácil a integração com o Blogger. Explico. Às vezes publico desenhos para colorir num de meus blogs. Publicando pelo Picasa, não é possível inserir os marcadores nem a introdução do post. Se usar o WLW, ele redimensiona automaticamente a imagem e aí é problema para quem quiser imprimir depois. Enfim, uma solução era publicar pelo Outlook express e depois editar pelo painel do Blogger, mas agora no Seven não dá mais pra fazer isso.

    Fiz um rolo no comentário, mas no fundo no fundo queria apenas agradecer por mais um postagem tão últil como essa.

    • Hã… O que o Janio disse, cê quer dizer? Eu sei que eles são parecidos, mas não tanto assim pô. 😛

      Pra esse tipo de coisa, destinada a imprimir, o melhor é publicar em PDF. Há conversores, mas o Word 2007 também guarda as coisas como PDF – só não lembro se é nativo ou plugin. Mas dê uma pesquisada, pode resolver seu problema. 🙂

      Ou use um outro editor desktop, o Zoundry e o Qumana por exemplo não fazem resize a menos que você mande.

  5. Tem toda razão… quem disse foi o Jânio… acho que estou vendo muito código, muito template e dormindo pouco. Que nada, é desatenção mesmo porque tava pensando na conversa que tive com o Becher a respeito de hospedagem… Que os dois me desculpem…

  6. Realmente, o picasa incomoda muito com o fato de ter que acessar cada imagem para buscar o link, valeu por me ajudar indicando outro serviço, vai ser de grande ajuda. E fico feliz que tenha voltado a ativa, já estava com saudade dos seus post inspiradores.

  7. Creio que o Picasa seja o melhor atualmente.

  8. Pelos vistos a situação de ser impossível não exceder 1 GB tornou-se possível.
    Não consigo perceber pois tenho o blog à sei meses e as fotos são inferiores a esse tamanho, mesmo assim ele diz que não posso carregar mais por ter excedido o limite.
    Será que à resolução possível? ou terei mesmo que hospedar as fotos noutro local?
    Há, está no blogspot.

    Obrigado.
    Estou a entrar em pânico pois tenho muitos posts a fazer. 🙁

  9. Rafael

    Tenho um blog no Blogger e uso o Picasa. Mas, depois de um tempo, com tantas fotos acumuladas, acho um saco ter que descer toda a barra de rolagem pra procurar o thumbnail na última foto (isso qdo preciso recuperar uma que ñ aparece no acesso direto do Blogger). O recurso que desejo é um simples pasta dentro de pasta, pra facilitar a organização. O Picasa não tem. O Flickr, abri conta e tem, mas fiquei encafifado com as restrições e, encontrando este post, desisti de começar a usar o serviço. Sobra o Photobucket, mas não sei se tem. Vou lá ver. Caso negativo, fico em má situação.

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén|Social Icons by Freepik