Blogando com Alma... Ainda.

Fail do WordPress

UPDATE 29/11/2010: O código de “Como Remover o Filtro” deste post está atualizado. Eu não tinha percebido, mas os FDP alteraram o filtro no WordPress 3.0.1, o que fez com que o fix que eu publiquei se tornasse inútil. Você precisa atualizar o código no functions.php ou a versão do plugin, se não quer que o WordPress altere a porcaria do P.
__________________________

Você sabia que a grafia correta de “WordPress” é “WordPress”?

Eu fiquei sabendo ontem. Estive falando sobre o “Thesisgate” no Twitter (outra hora eu falo sobre isso), e o Noronha me apontou este link: Lowercase p, dangit!

(Os links desse post oferecem mais informação sobre o assunto, além do que vou falar aqui.)

Fail do WordPress

O Resumo da Ópera

Como eu disse, a grafia correta é “WordPress”, com P maiúsculo. Aparentemente o “pai” do WordPress, Matt Mullenweg, está de saco cheio de ver o nome do seu bebê (nas palavras dele) escrito errado.

Então ele teve uma idéia “genial”: colocar um filtro no WordPress 3.0 que muda todas as ocorrências de “WordPress” para “WordPress”. Em todos os blogs que têm essa versão.

Se você tem algum post que contém essa palavra, e você sabe que escreveu “WordPress” com p minúscula, vá lá olhar. Vai ver que o P está em maiúscula. Nos títulos, textos e comentários – e nos seus links, dependendo do caso.

O Problema

  1. Isso foi feito de forma arbitrária, sem seguir o estândar de colocar o assunto para ser debatido pelos developers que constroem o WordPress – o que vai contra toda a filosofia que é a base do projeto;
  2. Isso foi feito por uma única razão: o Matt e uns poucos “cabeças” do WordPress acham irritante (nas palavras deles) ver a palavra escrita com a grafia errada;
  3. Os usuários do WordPress não foram avisados dessa nova “feature” – que era o Easter Egg do WP 3.0 (!?);
  4. O filtro altera o seu conteúdo sem lhe avisar ou lhe consultar;
  5. As alterações podem causar diversos problemas, dependendo da sua instalação. Por exemplo, se você tem links que contém a palavra “WordPress” (com W maiúsculo) esses links vão quebrar;
  6. Se você tem seu blog instalado em um diretório “WordPress” (com W maiúsculo) toda a sua instalação pode quebrar.
  7. Para remover o filtro, você precisa ou mexer no functions.php do seu theme, ou instalar um plugin!!

Outra coisa que eu descobri ontem é que esse mesmo filtro foi instalado no WordPress.com há meses, e segundo Matt, os casos onde ele causou problemas foram mínimos. E esse é um dos argumentos que ele usa para se recusar a remover o que na verdade é um bug, não um feature.

Só que na verdade é um bug, porque causa imagens e links quebrados. Vários usuários estão reportando esse problemas nos fóruns do WordPress.org.

No WordPress.com o filtro causou poucos problemas porque todas as instalações são estândar. O WordPress self-hosted (que você instala no seu server) tem milhões de configurações diferentes, e os problemas já apareceram.

Mas Matt se recusa a permitir que o filtro seja removido – o que seria o único curso de ação lógico, pois insistir em manter uma gracinha que causa problemas aos seus usuários é simplesmente absurdo.

A maioria dos core developers se manifestaram a favor da remoção do filtro, mas Matt continua firme em mantê-lo. Mesmo com os problemas aparecendo.

Ele diz que não há problema porque inclusive já existe um plugin para remover o filtro, mas é completamente ridículo que seja necessário instalar um plugin para se livrar de uma coisa que não deveria sob hipótese nenhuma ser parte do core do WordPress.

Isso para não mencionar que impor às pessoas uma correção ortográfica sem avisá-las nem perguntar antes se estão de acordo, é ditatorial e arrogante demais. Se eu quero escrever WordPress com p minúscula no meu blog, eu tenho todo o direito de fazê-lo – e o farei até que essa merda desse filtro ridículo tenha sido removido.

A história toda é ridícula, e eu chorei de rir ontem lendo os posts e discussões sobre o assunto. Só que obviamente não é tão engraçado assim para quem teve problemas por isso, ou para quem quer remover o filtro e não sabe como.

Como Remover o Filtro

Há duas opções:

1 – Se você sabe mexer no functions.php do seu theme, simplesmente adicione estas linhas nele:

// For WordPress 3.0
remove_filter('the_content','capital_P_dangit');
remove_filter('the_title','capital_P_dangit');
remove_filter('comment_text','capital_P_dangit');

// For WordPress 3.0.1 and later
remove_filter('the_content','capital_P_dangit',11);
remove_filter('the_title','capital_P_dangit',11);
remove_filter('comment_text','capital_P_dangit',11);

IMPORTANTE: Só faça isso se você SABE o que está fazendo!! Fazer merda no functions.php vai quebrar completamente o seu blog. Teje avisado.

2 – Se você não sabe mexer nesse arquivo, a única opção é instalar o plugin Remove WordPress to WordPress Filter.

Teimosia, Prepotência e Desrespeito

Muita gente acha que mudar uma letra de minúscula para maiúscula é uma bobagem, e que ninguém deveria se preocupar com isso.

Concordo. Só que isso também vale para o inverso: Matt e os outros que o apóiam na teimosia de manter o filtro não deveriam insistir nisso, pois a forma como as pessoas escrevem é algo que não está (ou neste caso, não deveria estar) sob seu controle.

Seria um assunto desimportante, se não causasse problemas técnicos.

Seria um assunto sem importância, se não fosse de uma prepotência absurda pretender controlar como seus usuários escrevem. Você pode ensinar, evangelizar, pedir – mas não controlar.

Seria um assunto sem importância, se alterar o conteúdo mostrado nos blogs das pessoas não fosse um enorme desrespeito. Mas é. Mesmo que se trate de uma só letra. E pior ainda, sem avisar antes e sem perguntar se os afetados estão de acordo.

Porque esse é o tipo de coisa que está errada por uma questão de princípio.

Se eles acham que podem alterar a apresentação de uma palavra, simplesmente porque é irritante para eles vê-la escrita com a grafia errada – mesmo tendo recebido protestos e queixas tanto dos developers como dos users – quem marca a linha onde terminam os direitos deles e começam os dos users?

Seguindo essa linha, amanhã você poderia descobrir que os posts exibidos na home do seu blog passaram de ser completos a exibir apenas os excerpts, porque Matt acha irritante blogs com posts completos na home.

Eu sei que isso é absurdo, e que provavelmente não vai acontecer jamais.

Mas o princípio é o mesmo, e como eu disse, é uma questão de princípios. Ninguém tem o direito de alterar meu conteúdo sem minha permissão, mesmo que se trate de uma só palavra.

Ninguém tem o direito de alterar o seu conteúdo sem sua permissão, mesmo que se trate de uma só palavra.

E tenho dito.

Nospheratt, pensando na vida

Nospheratt

Quando eu cheguei (2006 - primeira era jurássica da Efigênia), isso aqui tudo ainda era mato.

Previous

Inspiração, Emoção e Lágrimas

Next

11 Formas de Fracassar Como Blogueiro

16 Comments

  1. Meu, que idiotice do Matt! Você tem toda a razão, é errado porque fere um princípio: o de que o blogueiro tem todo o direito de controlar o conteúdo do seu próprio blog. É abuso de poder, isso sim. What a spoiled baby.

  2. Olhando de fora, essa história é muito engraçada. Esse Matt tá precisando acordar cedo e pegar um ônibus para ter um choque de realidade 😀 .

  3. Quando eu fiz o update default pela dashboard meu blog saiu do ar. Maior trabalho pra voltar um backup e recuperar tudo. Vai ver pode até ter sido isso o problema.

    • Seu blog é de humor, né, Marcel?

      Só humorista mesmo para achar que um filtro de substituição de texto possa ser o causador de uma parada geral num blog!

      Nospheratt, excelente texto, como de costume.

      • Dino,

        Não acharia tão absurdo assim, esse “bug” altera, em alguns casos o url do site. Dependendo da estrutura de pastas, se conter o termo WordPress pode quebrar sim.

        Tem que se analisar bem e levar todas as variáveis em consideração.

        Lauro Faria

  4. Mas que abuso! Ainda bem que não uso wordpress, apesar de todo mundo dizer que é melhor. Não sei quando ao resto do mundo, mas aqui os blogs do wordpress quase nunca abrem.

    Foi por birra que você escreveu o texto inteiro WordPress sem P maiúsculo?

    • @Marina O WordPress é melhor, e eu digo por experiência. O caso em questão é um abuso sim, e absurdo. Mas a prepotência de uma pessoa não invalida o valor que o projeto tem.

      Sobre eu escrever WordPress com p minúscula, não é birra: é um protesto, é desobediência civil. Insignificante no grande esquema das coisas, mas significativo pra mim.

      E vou continuar a fazê-lo enquanto o filtro estiver no core – o que infelizmente parece que será forever.

  5. Ramon

    De certa forma ele está certo em achar ruim que escreva o nome da sua principal criação errado.
    Porem ele poderia se expressar por meio de uma postagem no Blog oficial do WordPress. Ao impor de uma forma ditatorial, ele desrespeitou a filosofia de liberdade do software livre.

    Creio que ele tirará este “recurso” futuramente ou deixara-lo opcional.

  6. Mais um motivo para eu não usar WordPress (escrevi com p minúsculo). Espero que a Google não tenha esse chilique também.

  7. nazo

    Calma, Nosph, isso passa…

    bjs.

  8. Filosofias e protestos à parte, já achei minha própria solução personalizada de mim mesmo. Fiquei sabendo agora dessa maçaroca e fui testar no meu blog. A solução é a seguinte: esqueçam plugin, function.php. Simplesmente escrevam wordpress com “w” minúsculo. O cara é zoado. Esqueceu deste detalhe. E fica um pouco pior pra ele. Ao invés de uma letra minúscula, fica logo a palavra toda.

  9. Já que não foi moderado ainda, vou complementar. Também pode ser tudo em letras maiúsculas. Tem mais: essa bexiga é uma palavra só? Se for, como todo nome próprio, deveria ter apenas uma letra maiúscula. Ou alguém escreveria “NosPheratt”? Vamos ver como é que sai em duas palavras Word Press. Chega, já perturbei demais.

  10. Eu nunca me preocupo com a grafia “correta” do termo WordPress e até aceitaria usar um filtro que me ajudasse a continuar não me preocupando com isso.

    Mas da forma que foi feito, foi uma “gagada”, sem perguntar, sem dar opções e ainda quebrando alguns links de meu site.

    Bola fora!

    Lauro Faria

  11. O cara criou o bagulho, forneceu o uso gratuito e milhões de pessoas estão usando e ganhando dinheiro com o sistema criado por ele.
    Certo ou não, ele tem o poder.
    Quem não concorda e não quer se adaptar, basta mudar de plataforma de publicação.

  12. por que voce nao escreve desenvolvedores ao inves de developers?

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén|Social Icons by Freepik