© Blosque.com. Todos os direitos Reservados.
A cópia e reprodução não-autorizada deste texto está expressamente proibida.
Plágio é CRIME!

Mulher por nascimento e vocação, irônica por diversão e hobby, brasileira inveterada, filósofa nas horas mais impróprias, blogueira de profissão, escritora e poeta pela pura necessidade de expressar seus oceanos interiores.

12 responses to “A Dama e o Vagabundo”

  1. Wagner Fontoura

    Nospheratt, alguns dos meus melhores prazeres da atualidade são advindos do convívio com pessoas que conheci na blogosfera nesse pouco tempo em que tenho me dedicado a blogar (mas no sentido que transcende a “escrever num blog”). Pessoas geniais, adoráveis, deliciosas têm entrado na minha vida e a tornado muito melhor. Exatamente como você descreve seu encontro com “O nosso ícone maior”. Acredito e ouso dizer que sei exatamente do que você está falando. Mas diz uma coisa: você existe mesmo, né?
    Beijo! ;D

  2. Luis Santos

    Aloha Nospheratt!
    Bom texto (como sempre) e bom saber que existem boas pessoas do outro lado. Vida inteligente no espaço é quase tão difícil quanto por aqui!!
    Me lembro de encontrar a turma do BBS, antes da internet.
    Alguém falou, acho que foi Tatiana Wells, que a internet não liga computadores, liga PESSOAS.
    Não podemos estar fisicamente com os amigos o tempo todo, mas ao manter contato, carta, telefone ou internet, ajuda a manter o sentimento.
    A vida precisa de pessoas melhores a nossa volta, e é sempre bom conhecer gente boa.
    No final, sorte sua, moro na mesma Ilha que o Cardoso e não o encontro há anos. Apesar dos convites.
    Parabéns, obrigado e Aloha!

  3. j. noronha

    O negócio é instalar um kibutz blogueiro no Uruguai. Já estou organizando a migração aqui no RS. Favor buscar-nos no Aeroporto. Vá de Kombi 🙂 .

  4. Tiago

    Parabéns pelo texto Nosph. Os dois blogueiros mais que mais depertam curiosidades outras sensações se encontram. Eu daria tudo pra estar numda dessas. Um me causa repulsa e o outro atração. Descubra quem o quê. Mas ambos são super. Eu não conhecia a liliana. Linda mesmo. Perfeita. Li todos os relatos dos três.

    Bjs

  5. Natanael Mahon

    Massa! não tinha certeza que vocês eram de verdade, mas seus relatos são tão sinceros por descobrirem se-lo que…bom, fiquei com inveja

  6. ILO NAVARRO

    Eu gostaria de saber se no Uruguai tem vulcão, terremoto ou furacão, caso a resposta seja não para todas as perguntas, estarei indo morar em Montevidéo no ano que vem.

  7. Jonny

    “Nospheratt, a Lombardi da Blogosfera”

    Essa frase do Cardoso foi ótima!! RA RA RA RA RA

    Que inveja!!! Também quero iro para o Uruguai conhecer a Nospheratt!!!

    Os unicos blogueiros que eu conheço ao vivo são a Lu Freitas (fui a um seminario que ela estava lá), o Fugita (pq estudei com ele) e só! Meu networking ao vivo é um fracasso!!

    Ano que vem terei que ir pelo menos ao Blogcamp SP!

    Abraços!

  8. Carlos Medeiros

    Sou um paraquedista. Caí de cabeça aqui, redirecionado pelo Contraditorium. Só não me lembro como cheguei lá. Vi que tenho muito o que aprender aqui, muito mesmo. Abraços.

  9. Nando

    “…e depois descobrir que ele acha que você tem “lábios bem delineados”? ”
    Hahahahaha. A conclusão foi ótima! 😀

    Ótimo texto.

  10. Maysa

    Nóóóóó’que inveja 🙁

    Maysa

  11. Nospheratt

    Wagner: você não faz idéia de como a internet – e mais específicamente, a blogosfera – mudou minha vida. É fantástico conhecer gente maravilhosa, gente que você jamais encontraria se não fosse pela interné. E… existo, sim! Você tinha alguma dúvida? 😀

    Luis: Verdade, é só a gente saber aproveitar as possibilidades. Sorte minha, com certeza! 🙂

    J.noronha: Jajajaja Tu acredita que eu falei disso com o cardoso e Liliana, de um kibutz?? Me avisa quando chegam, que vou pedir emprestada a Kombi do sogrão. Só tem um probleminha, ela tem um buraco no chão… mas se se apertarem acho que ninguém cai no buraco! 😀

    Tiago: Dá pra ver que você ficou emocionado com o texto!

    Natanael: Bem, sempre fico eu com inveja de quem pode ir aos Blogcamps e afins.. agora é a minha vez de despertar inveja!

    Ilo: Não tem nada disso. Faz dois anos tivemos um tal de “ciclone extra-tropical”, que atingiu velocidades de 187km por hora. Foi o maior temporal registrado por estas bandas em toda a história. Houveram 10 mortos e 1000 evacuados. tá bom pra você? 😀

    Jonny: Quá, e eu só conheço a Liliana e o Cardoso, então, empatamos! Venha sim, assim eu aumento minha network, jajajaja

    Carlos: Seja bem vindo! 🙂

    Nando: É o maúsquimo ver que seu ídalo escreva algo assim de você. Ele é um baita conquistador! 😛

    Maysa: Não fique triste não! Convide ele pra ir te visitar, oras. 🙂

  12. Dois Anos Atrás…

    […] 1º vez, tive a oportunidade de conhecer pessoalmente dois companheiros de luta blogueira. A Dama e o Vagabundo vieram me visitar, e essa é uma visita que eu jamais […]