Blogando com Alma... Ainda.

50 Dicas de Usabilidade que Ajudam a Atrair e Reter Visitantes – Parte II – Texto

Texto

Nesta série de 50 Dicas de Usabilidade que Ajudam a Atrair e Reter Visitantes no seu Website (Web Usability Tips that Help You Attract and Retain Visitors to Your Website), já vimos:

Parte I – Dicas de Web Design e Usabilidade

Esta é a segunda parte:

Dicas de Copywriting (Texto) e Usabilidade

  1. Grandes Quantidades de texto em uma página não funcionam bem porque isso dificulta ao usuário extrair informação útil. “Quanto mais você diz, mais as pessoas ignoram sua mensagem.”Comento: É fato que a comunicação escrita na Internet deve ser mais breve e dinâmica. O objetivo deve ser transmitir sua mensagem no menor número possível de palavras, sem perder clareza. Esse é um ítem no qual costumo falhar estrondosamente – eu gosto demais de escrever, e tenho muita dificuldade para ser sucinta e ir direto ao ponto. 🙁
  2. Um Bom Estilo de Texto deveria ir direto ao ponto (nhé), não ser dominado por jargão técnico ou de nicho, nem marketês ou estilo de texto de vendas.Comento: A utilização excessiva de gírias ou jargão podem transformar seu site num gueto. Para abranger o maior número possível de leitores, escreva com clareza e simplicidade. Usar palavras difíceis não faz com que você pareça inteligente, faz de você um chato.
  3. Escreva de forma que as pessoas com menor nível de educação possam entender e apreciar seu conteúdo. Sites dirigidos à um público amplo devem priorizar os usuários de menor nível de instrução.Comento: Isso não quer dizer escrever para analfabetos. Mas você deve lembrar que nem todo mundo leu os clássicos da literatura grega, ou tem a mesma experiência com a Internet que você.
  4. Exponha a informação mais importante nos dois primeiros parágrafos, pois a maioria dos usuários vai ler esses dois parágrafos e escanear o resto do texto.Comento: Essa é uma tarefa difícil e importante. Outro ponto onde costumo falhar.
  5. Divida seu conteúdo em subtítulos e use listas com vinhetas. Também destaque palavras-chave ou frases importantes usando negrita.Comento: É importante que o texto seja escaneável, e o leitor possa encontrar rápidamente os pontos importantes. Principalmente se o texto for longo.
  6. Use Títulos Breves com palavras que forneçam bastante informação. As pessoas escaneiam títulos e trechos de conteúdo mais rápidamente nos leitores de feed do que newsletters enviadas por email.Comento: O título deve explicar claramente de quê se trata o conteúdo, e deve impelir o leitor à ler o texto. O título é o que pode fazer com que seu post se destaque em meio à um porrilhão de feeds.
  7. Não use fontes minúsculas ou texto pequeno pois isso não servirá para uma grande parte de seu público (adolescentes e pessoas de mais de 40 anos).Comento: Porquê as pessoas usam fontes tão pequenas que são quase impossíveis de ler é algo que vai além da minha compreensão. É como colocar pregos nos pneus do carro – impossibilita que a função primordial (texto: ser lido – carro: transportar pessoas) seja cumprida. Lembre-se também de que a cor da fonte pode dificultar a leitura, dependendo do fundo do seu site.
  8. O Subtítulo ou tagline de um site deve explicar o quê a empresa faz e o quê a torna única entre os competidores. Sua tagline deveria comunicar o propósito de seu site nos primeiros e cruciais 10 segundos.Comento: Essa tagline ou subtítulo é o famoso Slogan do qual estive falando ontem. É um elemento importantíssimo na primeira impressão que seu blog causa no visitante; o slogan/tagline pode ser a diferença entre o visitante decidir entrar no blog e descobrir mais sobre seu conteúdo, ou fechar a janela e não voltar mais.
  9. Use palavras velhas e conhecidas quando estiver escrevendo para ser encontrado pelos mortores de busca. Acompanhe palavras únicas ou frases inventadas com palavras conhecidas e familiares, pois estas últimas são mais usadas pelos visitantes e clientes.Comento: Contribua com a cultura de seus visitantes. Explique de quê se tratam os coneceitos novos, ofereça links aos significados de palavras incomuns, traduza frases em outros idiomas.
  10. O Título deve fazer sentido quando está separado do resto do conteúdo. Isto é importante pois os títulos frequentemente são usados em istas de artigos ou programas de email, o que os coloca fora de contexto.Comento: Títulos engenhosos ou engraçados podem ser usados, mas devem receber cuidado extra, de forma que atraiam o visitante mesmo estando fora de contexto. Se a informação não é clara, deve despertar muita curiosidade e interesse.
  11. Faça com que a primeira palavra do título carregue muita informação, o que ajudará com o escaneio. Exemplos para serem usados incluem o nome do conceito ou da empresa que esteja sendo dicutida.Comento: Outro exemplo, este post Personalize seu Blogger – Blogspot: Widget Customizável para Posts Recentes informa, já na primeira palavra, qual é a intenção principal do texto: personalizar seu blog.
  12. Não comece os títulos de suas páginas com a mesma palavra o tempo todo – isso dificultará o escaneio de uma lista (nos arquivos do blog, por exemplo). Mova os termos comuns para o final da frase e coloque-os entre colchetes.Comento: Não gosto da idéia dos colchetes, mas a questão da lista faz sentido. O post citado no item anterior é um exemplo; ja que tenho vários post sobre personalização, seria melhor Widget Customizável para Posts Recentes – Personalize Seu Blogger/Blogspot, ou algo assim.
  13. Mostre os números como numerais. Numerais captarão melhor a atenção do usuário porque os numerais representam fatos. “De acordo com os dados sobre eyetracking (algo como “seguimento de olhar” – análise dos movimentos oculares durante a leitura) é melhor usar “23” do que “vinte e três” para atrair o olho do usuário, quando ele escaneiam páginas Web procurando por fatos”.Comento: Lembre-se sempre: o usuário quer encontrar informação de forma fácil e rápida. Quanto mais você dificultar a consecução desse desejo, mais leitores e visitantes perderá.
  14. Links nos Blogs devem dizer aonde vão. Esta informação pode constar no texto do link (anchor text) ou nas palavras próximas. “A vida é muito curta para clicar num desconhecido. Diga às pessoas onde eles estão indo e o quê eles encontrarão do outro lado do link.”Comento: Se você não quiser usar o título do post ou página que está linkando, explique com outras palavras de quê se trata. “Clique aqui” é um link mal feito; “Clique aqui para saber o que é um Problogger” ou “O que é um Problogger?” são links claros e bem feitos.

No próximo post da série, dicas para melhorar a Usabilidade da Infraestrutura do Conteúdo.

Nospheratt, pensando na vida

Nospheratt

Quando eu cheguei (2006 - primeira era jurássica da Efigênia), isso aqui tudo ainda era mato.

Previous

Blog Brand – Elementos da Marca – Slogan

Next

Widgets, BlogBlogs, MyBlogLog, Privacidade e Outras Besteiras

6 Comments

  1. Padeço do mesmo mal, até nota de rodapé ocupa uns 5 parágrafos, hehe…

  2. Sergio Lima

    O negócio é imprimir este texto e colar em frente ao monitor… para lembrar de tudo isso na hora de escrever :-)[]’s

  3. Nospheratt

    Seu Noronha: Eu não consigo resumir, de jeito nenhum. Acho que esse mal não tem cura! 😛Sérgio: O negócio é escolher um ponto desses de cada vez, e prestar atenção nele até que se torne um hábito. Daí você pode passar para o próximo, e assim “substantivamente”. A pratica leva à perfeição, né? 🙂

  4. Muito bom esses posts de dicas para blogs, ajudou-me muito!

  5. É muito difícil achar algum comentário para esse post, pois ele traz tanta informação que apenas uma leitura (ou trinta e sete delas) não é suficiente para assimilar seu conteúdo.

    Como dito acima, esse é um texto para ser digerido lentamente, enquanto buscamos implementar os pontos abordados por ele no material publicado em nossos blogs.

    Agora, fica a dúvida — será que esse texto entraria no Top 05 – Posts indispensáveis do Blosque.com?

    É quase impossível decidir…

  6. Renato Leite

    Òtimas informações, muito bem elaboradas.

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén|Social Icons by Freepik