Blogando com Alma... Ainda.

Seis

Seis anos.

Seis anos atrás, este blog nasceu.

E eu não sabia onde ele ia me levar. O que ele ia me dar.

Ele me deu amigos. Almas irmãs, primas, afins. Trabalho. Dinheiro. Realização. Sentimento de pertencer a um espaço, uma comunidade. Apoio e consolo vindos dos lugares mais inesperados, nas horas mais escuras. Alegria. Diversão. Aprendizado. Oportunidades de dar algo de mim. De compartilhar meu conhecimento, minhas lutas, meu eu.

Este blog me levou a ser mais o que eu sou, quem sou. Melhor.

E apesar dos pesares, ele continua me levando a tentar sempre ser o melhor que posso ser. A dar o melhor de mim.

Caminho Desconhecido

Nós tivemos um desentendimento nos últimos meses.

Ele quer trilhar outro caminho. Eu não sei que caminho é esse.

Cheguei a pensar seriamente, pela primeira vez em todo este tempo, em abandoná-lo.

(Pausa para o susto)

Engraçado. Hoje, agora, ao escrever este post, olhando para trás, contemplando seis anos de jornada compartilhada, vejo que não posso – não quero – abandoná-lo.

Não sei o que virá. Continuo sem saber que diabos de novo caminho é esse. Sobre o que queremos escrever, que histórias queremos contar.

Uma metamorfose se faz necessária.

Seja como for, estou decidida a descobrir o caminho. Reinventar o blog. Escrever sobre outras coisas relacionadas com blogar, talvez. A arte de escrever, criatividade, produtividade, ferramentas. Não sei. O tempo dirá.

Enquanto isso, três coisas:

Uma.

Não tenho falado nisso, mas continuo produzindo o Bê-a-Blog Volume II. O conteúdo está quase pronto, e o produto final deve ser lançado em poucas semanas. Quem ganhou sua cópia no Desafio receberá seu prêmio, embora atrasaaaaaado. Quem não ganhou, poderá comprar sua cópia. Seja como for, prometo que a espera terá valido a pena.

Duas.

Como forma de celebrar este aniversário, e para me orientar na busca deste novo caminho para o Blosque, vou fazer um tour do blog. Mais detalhes sobre isso semana que vem – mas você está convidado desde já.

Três.

Sei que digo isso todos os anos, mas poderia dizê-lo todos os dias e não seria menos verdade: este blog não seria o que é, e eu não teria chegado onde cheguei, se não fosse por você, leitor. Ou leitora.

Obrigada, hoje e sempre, pela companhia e tudo o que você me dá.

Feliz aniversário! 🙂

Image: Vinoth Chandar – CC By

Nospheratt, pensando na vida

Nospheratt

Quando eu cheguei (2006 - primeira era jurássica da Efigênia), isso aqui tudo ainda era mato.

Previous

Melhore Sua Produtividade Com Um Ritual Pessoal

Next

Quais São As Coisas Que Importam?

15 Comments

  1. E que venham tantos outros seis e seis… o Blosque nunca se fez tão necessário quanto agora! Continue ajudando quem está começando a não se perder! (seu papel é fundamental)

    Feliz aniversário! De coração! 🙂

  2. Olá Nospheratt,

    Eu o conheço pelo menos há três anos… tua reflexão é minha, o que fazer com nossos blogs (no meu caso são três)… reorientar foco, temas ou simplemente encaminhar-lo para o fim??

    É o que me faz pensar, refletir e pedir inspiração para tomar uma decisão (que será dolorosa, independente da escolha)…

    Parabéns pela tua resistência em manter-lo por tanto tempo…

    Abraço

  3. Fui olhar agora e descobri que o meu blog original fez seis anos em abril e nem me lembrei da data.
    Nesse tempo o blog também passou por diversas crises de identidade e em todas elas mudei o rumo do conteúdo e agora ele não passa de um amontoado de textos que não possuem a menor relação um com o outro.
    A lição: reinventar mas sem perder o rumo.
    Desejo que o Blosque saia renascido dessa metamorfose prometida, mas que ele não perca a identidade no caminho.
    Ah, e feliz aniversário, claro!

  4. Nós que agradecemos pelo excelente blog,é muito difícil ou impossível encontrar um blog que tenha tudo para que o blogueiro comece com o pé direito.

    Tenho certeza que na questão de trilhar outros caminhos é normal para blogs neste e alguns outros nichos,pois quando se fala de blog,internet,produtividade, psicológico,motivação,monetização e muitos outros assuntos,tem tudo a ver um como o outro.

    Que venham mais seis anos! Parabéns!

    Abraços!

  5. Um aniversário que merece ser comemorado por todos os leitores,afinal esse blog é sempre uma fonte se aprendizado enorme para nós que o acompanhamos.
    E mesmo que trilhe outros caminhos,mudanças fazem parte,nem sempre caminhamos na mesma estrada.
    Fico feliz em poder participar da história desse blog de quem sou fã,que já me fez repensar em algumas coisas em meu blog,enfim.
    Vida longa ao Blosque!
    abraço Nospheratt,=)

  6. Parabéns, Nospheratt! E que venham muitos mais anos, pois o Blosque me ajuda demais, e tenho certeza que ajuda muitas outras pessoas.
    Nospheratt, tenho uma dúvida. Eu participei dos desafios, cumpri todos. Mas nesse mês mudei a url do meu blog, então, provavelmente os links estarão quebrados. Mas os desafios continuam todos no meu blog, só mudou o link, que antes era “cantinhodagabiih…” e agora é “princesanerd…”. Então vou continuar no desafio para ganhar o Bê-a-Blog Volume II, ou vou perder o direito.

    Abraços, e parabéns novamente.

  7. Passo para dar os parabéns, especialmente por sobreviver a tanto tempo na blogosfera.

    Seu trabalho inspira milhares de outras pessoas e queremos que continue assim por mais tempo ainda.

  8. Que bom que esse blog continuará.
    Com certeza esse é um dos poucos que fazem falta na blogosfera…

    Abraços.

  9. Parabéns pelos seis anos e por não desistir. Isso sempre passa na cabeça de um blogueiro. Perdemos um pouco a identidade, não recebemos feedback muitas vezes, ficamos desmotivados. Adquirir algo é sempre fácil… “crie um blog, é simples e rápido!”
    Mas em tudo deve haver manutenção e essa é a parte difícil. Lembro-me (do vídeo) onde uma atleta – Gabrielli Andersen – completa os últimos 400 metros em quase 7 minutos, com dores, cambaleante, mas firme. Seguir em frente até completar a jornada, desistir nunca. Gabrielle foi ovacionada e tornou-se uma imagem duradoura da perseverança e resignação humana na história das Olimpíadas. Ainda hj não lembro quem ganhou medalha de ouro…

  10. ortous

    estava com saudades… sou um estranho que curto fazer acompanhar o blog. e Saravá que voltaste e que estejas no caminho de volta. Legal para caramba

  11. Conheci o seu blog em 2006, quando comecei o meu (que está, diga-se de passagem, abandonado, apesar de eu ter outros projetos).

    No começo o que me atraiu foram as dicas para blogar. Nunca deixei de acompanhar, apesar de raramente comentar (e sei que deveria fazer isso muito mais vezes!)

    Na verdade, o que mais me agrada, é o fato de ser um blog AUTÊNTICO, pois você tem um ponto de vista único, e os melhores blogs que eu já conheci tinham a autenticidade em comum, independente da mudança de foco e das crises de seus autores. No final, ficamos não pelo assunto que aborda ou deixa de abordar, mas sim pelo vínculo que acabamos criando com o autor (ainda que ele nem faça ideia disso!!!!!). Acredito que esse vínculo, essa identificação que se cria é mais importante do que qualquer coisa.

    Portanto, continue sempre assim… escrevendo por inspiração, por intuição, por você, e não pelos outros. Quem pensa só em agradar aos outros acaba não agradando a ninguém.

    Um grande beijo, parabéns e muitos anos de vida!

  12. Nada como ter um espaço de qualidade com dicas sempre bem colocadas. Só espero que venham muito mais do que seis anos. Parabéns pelo ótimo trabalho e sou seu fã de carteirinha.

  13. Greice

    “ É (infinitamente) mais importante ensinar um conceito -uma idéia – e produzir alguma mudança (…) do que ensinar mil lições (…) e deixar todos da mesma forma que os encontrou.”
    Mary Ellen Edmunds
    Obrigada por partilhar dos seus saberes. Tem feito a diferença pra mim.
    Parabéns!!

  14. Parabéns, Nosph!
    Você sabe que sou sua fã, né?
    Desejo, de coração, ler muitos e muitos posts seus. A Blogosfera agradece 🙂
    Super beijo

  15. Pessoas queridas,

    Obrigada. De verdade, mais do que eu posso dizer ou explicar, **vocês** e o apoio de vocês é o que me trouxe até aqui, e é o que me impede de jogar a toalha. Hoje e sempre. 🙂

    Prometo continuar sempre tentando fazer o melhor que me seja possível, tentar sempre ser útil. Dar o melhor de mim.

    Obrigadíssima, de coração. <3

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén|Social Icons by Freepik