Blogando com Alma... Ainda.

Meus Musos da Campus Party – E Duas Deusas

Eu estou voltando ao meu lar, à minha casa, à minha vida diária. Volto com mais do que trouxe, mas também com menos. Com mais lembranças. Mais saudades. Com menos pedaços de mim. Pedaços que ficaram com pessoas que eu conheci, com quem conversei, a quem olhei nos olhos e onde me vi refletida. Abraços, muitos abraços, sorrisos calorosos e café compartilhado.

Jamais imaginei que essa viagem me daria tanto, tanto, tanto. Jamais imaginei um dia encontrar tanta gente maravilhosa num espaço-tempo que, comparado à grandeza e a profundidade das relações que aí se gestaram, se fez pequeno, minúsculo, ínfimo.

Já aviso de entrada: esta lista certamente será “injusta”, pois reflete pura e exclusivamente minha opinião pessoal. Tô nem aí – o afeto, a admiração e a comunhão de almas são coisas pura e exclusivamente pessoais mesmo. 😉

Aqui estão os MEUS musos do Campus Party 2008, aqueles que me fizeram rir, suspirar, pensar, e chorar na hora da despedida. Em suma, aqueles que balançaram meu coração! Em ordem estritamente desordenada:

Jonny Ken

JonnyKen - Campus Party Brasil 2008
Photo Credit: Manoel Netto

Um dos homens mais gentis e compreensivos que eu já conheci. Esse menino tem um coraçãozão grande do tamanho do mundo, e uma sensibilidade de alma que não se vê todos os dias. Paciente como ele só, teve a bondade de me emprestar seu desktop para que eu usasse durante a Campus Party, caprichosamente formatado e instalado, a troco de … nada! Obrigadíssima, Jonny! Se eu já te achava nota 10, depois de te conhecer pessoalmente descobri que você é nota 1000!

Fernando Mafra

Lucia Freitas e Fernando Mafra - Campus Party Brasil 2008
Photo Credit: Fernando Mafra

(Na foto com Lucia Freitas.) O Mafra foi um achado. Eu nunca tinha nem sequer ouvido falar desse cara, mas foi a gente se conhecer e as coisas fizeram click! Companheiro de fumódromo, de críticas ácidas ao alheio e de reclamações sem fim sobre as babaquices em geral, ele contribuiu muito para que minha experiência na Campus Party fosse ainda mais divertida e interessante.

Pedro Villalobos

Pedro Villalobos - Campus Party Brasil 2008
Photo Credit: Pedro Villalobos

Outro que se revelou offline como ainda mais bacana do que online. Fornecedor da melhor coca-cola que tomei no Campus 😛 e causante de um dos maiores sustos que tomei nessa viagem ( o FDP foi embora e não avisou quase ninguém, de modos que cheguei a achar que ele tivesse falecido), conquistou um lugar no meu coração.

Wagner Fontoura

Wagner Fontoura - Campus Party Brasil 2008
Photo Credit: Manoel Netto

Bem, esse aqui vai ser um pouco difícil de explicar. Por que amor não se explica, né? E é isso aí, simples assim. Eu amei o Wagner, porque seria simplesmente impossível não amar essa pessoa maravilhosa, esse ser humano tão especial. Bastou um papo e um abraço, para que minha alma se apaixonasse pela alma dele. E pronto.

Helton Kuhnen

Helton Kuhnen e Wagner Fontoura - Campus Party Brasil 2008
Photo Credit: Wagner Fontoura

(Na foto com Wagner Fontoura) Esse menininho aqui é um caso sério. Bonito, gentil, risonho, inteligente, sincero… e olha que eu nem sou fã de loiros! 😛 No entanto, o sorrisão dele logo conquistou seu lugar na minha galeria de afetos. Ele e o Wagner eram minha paisagem diária (estavam sentados na minha frente, do outro lado da bancada) e sem dúvida o Campus não teria sido a mesma coisa sem a companhia deles.

Manoel Netto

Manoel Netto - Campus Party Brasil 2008
Photo Credit: Lucia Freitas

Meu amigo baiano, meu anjo da guarda, meu baby sitter designado. O Netto foi quem me achou e me resgatou quando eu estava perdida no meio daquele mundaréu de gente fazendo fila, me acompanhou durante todo o doloroso processo de chegada, credenciamento e instalação. Meu vizinho de barraca, companheiro de problemas, dividindo alegrias e desgostos do mesmo jeito. O Netto me recebeu quando eu recém tinha chegado e me sentia um peixe fora d’água, e eu nunca vou esquecer isso.

Rafacst

Rafacst - Campus Party Brasil 2008
Photo Credit: Manoel Netto

Rapazinho bacanudo, sempre bem humorado, sempre engraçado, sempre pronto para dar um jeito. Só a cara dele já é uma brisa fresca, quando você está com problemas. Ele fez uma ótima cobertura da Campus Party (uma das melhores, na minha opinião) e foi um farol de bom humor e alto astral, durante todo o evento.

A única coisa da qual ele reclamou foi de ser chamado de RafaCAST, mas vamos combinar, esse nome é bem mais balaca* do que RafaCST, não é não? 😛

Luiz Yassuda

Luiz Yassuda - Campus Party Brasil 2008
Photo Credit: Lucia Freitas

Eu conhecia o Yassuda de longe, bem de longe. Pois não é que temos muita coisa em comum, a começar pela paixão pela cerveja? Sem contar que o Yassuda é o tipo (raro) de cara que quando abre a boca, todo mundo escuta, pois sempre sai alguma coisa interessante, inteligente e/ou relevante. E eu tenho um puta respeito e uma enorme admiração por gente assim.

Ricardo Cobra

Ricardo Cobra - Campus Party Brasil 2008
Photo Credit: Pixel y Dixel

Ô, meu amigo Cobra. Gente, o Cobra é um doce. (Desculpa, amigo, te denunciar assim, mas é a verdade.) É um gentleman, embora ele brigue, caso seja necessário brigar. Mas no geral, ele é um GENTLEMAN, uma graça de pessoa. E é bom que assim seja, pois com seus 2 metros e lá vai pedrada de altura (ele é alto, muito alto) tenho certeza de que ele pode dar cabo de qualquer um que seja besta o suficiente para se atravessar no caminho dele. 😛

Dixel y Pixel

Dixel y Pixel - Campus Party Brasil 2008
Photo Credit: Dixel y Pixel

Nossa, estes dois espanhóis são uma maravilha. Inteligentes, batalhadores, super ultra bem humorados, cheios de histórias para contar, eles foram os responsáveis pelo Blog Oficial (em espanhol) da Campus Party Brasil 2008. Foi fascinante ver essa aventura desde o ponto de vista deles, que já conhecem essa bagunça há anos. Foi uma honra poder colaborar com eles (ainda que minimamente) e um prazer conversar em 3 idiomas: português do Brasil, espanhol e castelhano – para quem não sabe, os espanhóis falam espanhol e eu falo castelhano, o “espanhol latino”, digamos.

Jeff Paiva

Jeff Paiva - Campus Party Brasil 2008
Photo Credit: Lucia Freitas

O Jeff não é blogueiro per se (pelo menos até onde eu sei, ele não é very “blogosférico”), mas nem por isso deixa de ser uma pessoa interessantíssima. 😛 CafaJeff, como ele mesmo se apresenta, é um safado muito inteligente, diria eu; o tipo de cara que é ótimo ter como amigo – mas que como namorado deve ser pura encrenca. 😛 Enfim, uma das melhores companhias de bar que já tive o prazer de conhecer.

Rodrigo Martins

Rodrigo Martins - Campus Party Brasil 2008
Photo Credit: Lucia Freitas

O Rodrigo é jornalista, e pra mim é prova de que existem jornalistas bacanas. Eu sempre disse que existe jornalista bacana e jornalista babaca, assim como existe blogueiro bacana e blogueiro babaca. Porque, afinal de contas, estamos falando de seres humanos, oras. Embora eu e o Rodrigo divirjamos em muitos pontos (coisa absolutamente normal), também concordamos em vários outros, e nossos papos no fumódromo foram bem legais. E a cobertura que ele fez da Campus Party foi muito boa.

____________________________________
Então, aí estão meus musos, meus amigos, meus amores. Espero rever essa gente (e muita gente mais) ainda este ano. Porque se tem uma coisa negativa que acompanha esses encontros, é a SAUDADE que fica depois que a gente vai embora. Saudade assim, maiúscula, doída, melancólica.

E eu nem falei das musas – mulherada maravilhosa, fenomenal, para a qual todos os adjetivos são pouca coisa. Como o post já tá comprido demais, só vou falar de duas Deusas:

Lucia Freitas

Lucia Freitas - Campus Party Brasil 2008
Photo Credit: Nospheratt

Deusa entre Deusas, mulher superlativa e ser humano iluminado; Joaninha é isso tudo e muito mais. Seria impossível explicar para vocês o privilégio que foi estar ao lado dessa moça durante todos esses dias, ser recebida no seu Albergue e ter a Charlote de companhia de cama. Juro que se algum dia maridão me der um chute na bunda, eu vou ir lá implorar pra Lucia pra morar com ela.

Pois você, minha querida Joaninha, bem vale o sacrifício de morar em São Paulo – e em qualquer outra parte do planeta, viu? Smuacks!

PS – Não perca a página de garimpo da Joaninha sobre a Campus Party Brasil 2008!

Liliana Pellegrini

Liliana Pellegrini e Jon MadDog Hall - Campus Party Brasil 2008
Photo Credit: Liliana Pellegrini

(Na foto, com o mítico MadDog) Apesar de estar cheia de problemas, Lili recebeu Lucia e eu no paraíso que ela chama de lar. Nos acolheu de braços abertos, dividiu sua vida com nós, assistiu o eclipse com a gente, e nos deu toda a cerveja que fomos capazes de tomar – coisa que por si só valeria meu afeto imorredouro! 😛

Também foi companheira das lutas ingratas na Campus Party, alçou sua voz quando foi necessário, e me apresentou algumas pessoas bacanas. E me apresentou o Gigio, uma das criaturas mais interessantes da história da humanidade! 🙂

_____________________
Com isso fico por aqui, porque se eu for listar todas as pessoas bacanas que conheci, os que estiveram só de passada, e todas as pessoas de quem senti falta (ou seja, os filhos da mãe que não foram à Campus Party) não termino nunca mais este post.

E o que sobrou foi saudade… e muita felicidade!

*balaca [balaka] – español: lleno de estilo – portugués: cheio de estilo

Nospheratt, pensando na vida

Nospheratt

Quando eu cheguei (2006 - primeira era jurássica da Efigênia), isso aqui tudo ainda era mato.

Previous

De Volta ao Lar e De Férias

Next

Como Lidar com Conflitos na Blogosfera

22 Comments

  1. Minha linda,

    Quantas vezes você voltar ao Brasil e eu estiver por perto, estarei pronto para recebê-la e cuidar de você, viu?

    Um grande cheiro.

  2. O mais triste da CampusParty é que ela não é a vida. Não tem nada como se sentir acolhido e confortável para ser como quiser. Foi assim pra mim. Espero a próxima com ansiedade.

  3. Cobra

    Queridíssima Nosphy,

    o prazer foi nosso. Conhecer nossa amiga de tão longe e poder conviver com você foi algo de outro mundo.

    Saiba que vc é Sempre BEM VINDA…

  4. Primeiro!!! rs rs rs

    Foi um enorme prazer ajudar a Blogueira que vendeu o corpo só para ir ao Campus Party!!!

    Obrigado pela lembrança!!!

  5. Jeff Paiva

    ô, moça linda e meiga e gentil e fofa e querida!

    Que delícia e que honra estarnesta lista. Foi muito bom ter a sua companhia, suas risadas e seu carinho nesta aventura.

    Beijos CafaJeffais pra você!

  6. Agora foi: chorei mesmo. Caray, Nosphie, acabei de chegar da reunião de “fechamento” da Campus Party, já cheia de saudades daquele povo bacana da organização e dou de cara com este post magnífico! Olha, nega, nem precisa separar do maridão, pode vir com ele, que tem espaço no Albergue – coração de Joaninha é grande, enorme, espaçoso. Sou eu quem agradece as aulas de mate (comprei termica hj), alfajor, música maravilhosa e as muitas risadas. Tô verde de saudades, já.
    E, olha, Jeff é blogueiro, sim. mas o melhor jeito é segui-lo no twitter, mesmo. 😉

  7. Sem palavras. Palavras não seriam capazes de expressar o que estou sentindo agora. Só abraços, sorrisos, olhares, calor. Definitivamente a gente não cabe nesse mundo online. Beijo, minha Deusa!

  8. O minha linda! Quanta gentileza falar isso tudo de mim! magina, sou isso tudo não 🙂

    Quanto a te conhecer, realmente foi um dos melhores ocorridos do evento, longos papos e risadas fazem um bem né? hehehe, bjo Nosph!! Ahhhh, e obrigado pelos Alfajores 😀

  9. Gostei bastante dessa foto da Liliana com o Sivuca, digo, Hermeto Pascoal.

    🙂

  10. Olha só! Estou rubro e encabulado! =)
    Foi ótimo conhecê-la também, Nospheratt.

    E que venham os próximos camps, parties e afins, principalmente o glorioso Blogcamp Uruguay com cerveja caseira!

    Beijos,

  11. Que chique, eu virei muso ^^ TAmbém adorei te conhecer e pro próximo cparty agente já sabe que tem que levar aqueles aquecedores ele’tricos de água, né? 🙂

    Ahhh e já pedi desculpa por “sumir” mas problemas, são problemas =*

  12. Nospheratt

    Manoel: Meu Bahia, eu conto com isso! Beijão! ^^

    Mafra: Blé, verdade. 🙁 Eu também mal posso esperar, já estou começando a reunir recursos de todo tipo para o ano que vem! 🙂

    Cobra: O que eu posso dizer? Ter estado aí com vocês foi uma coisa absolutamente incomparável, mesmo. Espero poder repetir a experiência assim que for possível, amigo! 🙂

    Jeff: Você é que foi uma das grandes delícias dessa viagem, e eu é que me sinto honrada de te conhecer. Espero que nos encontremos em mais bares (e em outros lugares) nessa vida! 🙂

    Lucia: Fia, minha alma está chorando desde que cê me deixou lá no aeroporto. O lado positivo é que isso me dá MUITA motivação para trabalhar MUITO, para ter os meios de ir te visitar de novo! 🙂

    Eu sei que teu coração é grande, tu és bigger than life, lindona. É um orgulho e uma felicidade te chamar de amiga, minha caríssima Joaninha. 🙂

    Eitcha, gostei demais desse outro blog do Jeff – feed devidamente assinado, valeu! 😀

    Jonny: Ajudar?? Você é um dos grandes responsáveis pela minha viagem, e eu nunca vou poder te agradecer o suficiente por isso – fores nove todo o resto das coisas que você faz por mim, amigo!

    E não é lembrança, você está SEMPRE no meu pensamento, meu caro. Beijão! 🙂

    Wagner: Não cabemos, não. Mas o mundo online serve de alento enquanto esperamos a próxima Campus Party, né? Smuacks! :*

    Helton: Deixa de trelelê, que você é, sim. Teu papinho modesto não me engana, viu? 😛

    Se fazem! Não precisa agradecer, o prazer é meu, todo meu! 😉

    Becher: Amiguinho, essa foto é maravilhosa… uma beldade dessas ao lado de uma lenda viva dessas!

    E antes que eu esqueça: AHAHAHAHAHAHA Adorei a piada! 😀

    Yassuda: Vou te esperar, hein? Vai ser glorioso mesmo, inda mais com sua presença. Vamos fundar uma nova religião? Seremos cervejólatras, que tal? Aposto que o Bender topa se converter – aliás, ele pode bem ser pastor! 😀

    Pedro Villalobos: Tu és muso, meu caro. Claro que sim. 🙂

    Podes crer que aprendí muito com este bendito Campus, para o próximo irei bem melhor preparada – mas deixo o fornecimento de coca-cola a seu cargo, pode ser? 😉

    E eu ja disse que não precisa se desculpar, mas eu tinha que extravasar meu pânico, oras. E que lugar melhor pra isso do que meu blog? 😛

    Abraços, seu defenestrado! 🙂

  13. Mulher, meus parabéns, linda iniciativa.
    Legal se todos fizerem isso, pois poderíamos conhecer os rostos por trás dos layouts.
    Beijo

  14. Desse jeito até fiquei com vontade de ir a um Campus Party, provavelmente quando for em Porto Alegre e eu não precise acampar, hehe…

  15. É sempre bom encontrar gente bacana… Não fui na CP, mas será que este espiríto “cool” foi a tônica do evento?

  16. Campus Party foi a troca de experiências mais incrível que eu já tive na vida! Foram desde os mais curtinhos diálogos, como conversas loooooongas e até papos de bêbados no boteco, mas em todas elas deu prá sentir que ali não tinha um “avatar”, tinha uma pessoa de verdade… E meu, isso é lindo né?! Hahahaha!

    Foi maravilhoso te conhece, você é uma das minhas melhores lembranças! Obrigado pelos papos de frente de mesa viu?! Hahaha!

    Beijão!

  17. com quem conversei, a quem olhei nos olhos e onde me vi refletida. Abraços, muitos abraços, sorrisos calorosos e café compartilhado.

    essa mereceu comentario, OLHEI NOS OLHOS ONDE ME VIA REFLETIDA.

    que sacada!

    parabens pelo blog, sempre leio.

  18. Iza

    Como sou nova neste mundo virtual e,(quando meu blog nasceu, este foi o primeiro lugar que encontrei com dicas úteis para não espantar os leitores)mesmo meu blog não tendo fins comerciais, minha intuição feminina me traz sempre a este blog para poder incrementar o meu com confiança.Não sabia que existia este encontro de “feras” do mundo blogueiro. Quanto gente linda e maravilhosa.
    De tanto ler que tinha reunião para fumar, fiquei com vontade de estar lá. No meu blog tem uma plaquinha contra o fumo mas, é só porque estou tentando parar há anos e não consigo. Pelo menos , coloco a placa para que eu me incentive.
    Beijos! Adoro-te!

  19. Nospheratt

    Neto Cury: Obrigada! Eu fiquei muito feliz de fazer esse post, uma singela homenagem para essa gente maravilhosa… 🙂

    Conhecer os rostos por trás das palavras e nomes sempre é legal, né? Abraço!

    Noronha: Outro pra lista dos maricas: “Não quero acampar mimimimi”. 😛

    Meu, eu não gosto de acampar… mas se passar uma semana numa barraquinha calorenta é preço para conhecer gente bacana, reencontrar amigos e ser parte de tudo isso, tô nem aí, oras bolas.

    Tá certo que no final das contas não acampei, mas fui disposta a fazê-lo e continuo disposta a fazê-lo no futuro. Vale à pena MESMO! 😉

    Fabiano: Se foi! A Campus Party foi uma das melhores experiência que tive na vida.

    Kaka: Oxe, menina, cê foi um dos destaques do evento! 😀

    Lindo de morrer, ou melhor, lindo de viver! A gente vai se ver de novo ano que vem, né? Beijo! 🙂

    Filipe: Obrigada! 🙂

    Pra você ver se foi lindo e gratificante, que até frase poética rendeu! 😉

    Iza: Nossa, muito obrigada! Fico deveras feliz que você perceba que meu foco não é apenas dinheiro, mas também melhores blogs e uma melhor blogosfera! Valeu! 🙂

    Muita gente linda e maravilhosa, realmente. Espero te encontrar num evento assim algum dia, fumando ou não! 😀

    Boa sorte, obrigada por tudo. Você é um doce! Beijos! ^^

  20. Fazia um tempinho que eu não entrava mais no Blosque porque sempre acontece isso: fico horas no blog e esqueço das obrigações. Mas vale a pena. Ver a carinha de quem apenas (a grande maioria) conhece por nome é muito bacana! A blogosfera tem rosto (e a Nospheratt também), hehe.

  21. Nospheratt

    Puxa, Cler, obrigada por me trazer de volta a este post, depois de vários dias. Deu maior saudade de novo, mas também aquela baita felicidade de ter conhecido essa gente bacana.

    Sem dúvida este texto faz parte dos meus posts preferidos, entre todos que já escrevi!

    Obrigada! 😀

  22. Nospheratt,
    O Netto tuitou este hoje, falando de saudades. E eu tô aqui alagando o teclado…
    Reler o post, reviver este momento que foi tão cheio de luz e depois ver nossos (menos o seu) avatares tão diferentes…
    Tudo isso depois de ler o relato de parto mais lindo ever…
    Hoje é dia de aguar.
    beijo linda, obrigada por manter o Blosque por aqui.

1 Pingback

  1. Dois Anos Atrás…

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén|Social Icons by Freepik