Blogando com Alma... Ainda.

O Crivo das Críticas – Desafio das Listas

O Crivo das Críticas

Hoje definitivamente não é um bom dia para escrever sobre isso, mas não quero me atrasar de novo com o Desafio das Listas.

O tema de hoje é “Como você lida com as críticas“, e hoje não é um dia muito apropriado para escrever sobre esse tipo de coisa porque estou cansada, de mau humor e de saco cheio em geral. Mas é como eu digo, se fosse fácil não seria difícil, então, tentarei.

Eu separo as críticas em dois tipos: as educadas e as mal-educadas. As mal-educadas, grosseiras, ofensivas, são marcadas como spam sem pestanejar. Porque crítica é algo bem diferente de agressão e falta de respeito.

As críticas educadas eu publico – sempre e quando não defendam algo que eu considero abominável, como o plágio. Se defendem coisas desse tipo, são deletadas; não dou palco para disseminação de idéias que vejo como prejudiciais. Talvez isso pareça injusto, mas isso aqui não é a casa da Mãe Joana, nem democracia. Nesta baiúca eu decido o que pode e não pode ser publicado. Quem não gostar dos meus critérios, tem todo o direito de abrir seu próprio blog e criar suas próprias regras.

Depois de publicar as críticas que passam pelo meu crivo, eu releio e reflito sobre o que foi dito. Algumas vezes eu converso com a pessoa para trocar mais idéias (isso pode acontecer nos comentários ou por email, dependendo do caso).

Por vezes chego à conclusão de que a pessoa tem razão, outras vezes não. Posso decidir fazer alguma coisa a partir disso, ou não. Depende muito do que seja o motivo e o escopo da crítica.

No entanto, o mais importante desse processo todo é o seguinte: eu não me deixo abalar por críticas de nenhum tipo, e “não me abalar” significa:

  • Eu não entro em pânico
  • Não me sinto péssima nem a última das mortais
  • Não coloco em dúvida meu valor como pessoa, nem como blogueira
  • Nunca, jamais, ever respondo nada com a cabeça quente
  • Lembro que não sou perfeita, sou humana e faço o melhor que posso, sempre. E isso é suficiente.

Claro que não gosto de receber críticas. Ninguém gosta. Mas sei que elas são parte da vida, e é assim que eu as encaro.

E por aqui encerro minha participação na 2º semana do Desafio das Listas. Esta semana não tive todo o gás e o entusiasmo da primeira; mas o desânimo vem de coisas que não têm nada a ver com o blog. Continuo lendo todos os posts, adorando todos vocês, e prometo voltar renovada semana que vem. 🙂

Image: The Second Fiddle – CC

Nospheratt, pensando na vida

Nospheratt

Quando eu cheguei (2006 - primeira era jurássica da Efigênia), isso aqui tudo ainda era mato.

Previous

Procrastinando Henrique Cardoso – Desafio das Listas

Next

Idéias Luminosas – Desafio das Listas

6 Comments

  1. Bom, fiz uma única participação no “Desafio das Listas”, leio os posts mais a maior parte são para quem tem um blog, e o meu ainda é um protoblog (está nascendo), então não tinha como falar de coisas como “Os motivos pelos quais você ama seu blog” ou “Os comentários mais memoráveis que você já recebeu“, então para não ficar na ladainha do quase blog, passei a ler apenas os posts.

    Mais agora posso voltar a falar, pois este tema é presente neste momento. Eu acredito que receber críticas não é o meu forte, e talvez seja este o ensinamento que o blog vai me dar, saber ouvir (ler) e não responder de bate pronto, deixando a cabeça esfriar e só responder depois que me colocar no lugar do outro, entendendo o que ele (o comentarista) queria dizer.

    É isto ai pessoal, e até o final do desafio, eu me assumo o desafio de terminar o meu blog.
    Fórmula: CSS + XHTML + WP + noites e dias na tela do PC / PHP => meu blog

  2. É, esse não é um assunto muito agradável, mas com certeza é necessário. Eu nunca recebi um comentário digno de ser spam, mas sei muito bem o que fazer.
    Mas eu não vejo as críticas de forma ruim, eu as vejo como sugestões. é claro, tem 2 tipos de críticas, uma sugestão que está simplismente de TPM ou um pittbul que te estraçalha a goela sem mais nem menos.
    Aí o link de hoje : https://blogdamazzei.blogspot.com/2011/05/10-dia-do-desafio-das-listas-como-voce.html
    Inté! 😀

  3. Iza

    Você, como sempre, transbordando filosofia. Lembro do caso do “Leia-me” e até hoje dá uma “pontinha” de tristeza. Estava começando e não entendia a confusão.

    E você, mesmo “de mau humor e de saco cheio”, vai passando a receita para os que estão chegando possam blogar com prazer e sem perder a dignidade.

    Gostei 🙂

  4. Com toda certeza, receber críticas é muito chato mas sem elas não teríamos muitas chances de melhorar e crescer. Amei o texto.

    https://viajandonaadolescencia.blogspot.com/2011/05/enfim-um-papo-sobre-as-criticas.html

  5. Oi Nospherar

    Como você ainda não publicou o texto de hoje, o link vai aqui mesmo.

    https://viajandonaadolescencia.blogspot.com/2011/05/recheando-um-blog.htm

    Até a próxima.

  6. Bom, você ainda não postou o seu, mas o link de hoje está aqui, pra num dizerem que eu num fiz : https://blogdamazzei.blogspot.com/2011/05/11-dia-do-desafio-das-listas-as.html#more

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén|Social Icons by Freepik