Blogando com Alma... Ainda.

O que Aprendemos em 2006 Sobre Blogs – Mini-Carnival

Há uma semana atrás, eu convidei meus “coleguinhas” da Lista Blogosfera para um mini-carnival. A proposta era contar qual foi a coisa mais importante que cada um aprendeu neste ano que termina, sobre blogs e blogar. Fiquei muito feliz com a resposta que obtive; aqui estão as excelentes contribuições enviadas, em rigorosa ordem de chegada.

A minha recomendação é: leia tudo, visite os blogs dos autores, descubra experiências e pontos de vista diferentes. Para mim, foi muito enriquecedor e divertido. Aproveite!

**************************

1 – Rev. Ibrahim Cesar
Cabala 1001 Gatos de Schrödinger

Tudo o que eu aprendi pode ser resumido nos meus cinco mandamentos:
1 – Blogue sobre o que você gosta e nem vai sentir que está blogando.
2 – Linkar ou morrer!
3 – Não roube posts alheios.Escreva uma réplica,espere a tréplica.Quando cair em tentação do Ctrl+C,Ctrl+V, afaste-se deles; coloque a cabeçinha para funcionar e escreva um post próprio, cite o outro. Você acaba motivando os visitantes do outro blog a visitarem o seu, e entra numa saudável discussão.
4 – Feed-se. Completa ou parcialmente, não importa, mas feed-se 🙂
5 – Se você está blogando para encontrar companhia para as noites frias, esqueça.

**************************

2 – Rafael Arcanjo
Rafael Arcanjo

Eu aprendi na prática uma coisa que já tinha teoria: O grande poder que existe nas mãos dos blogs/blogueiros quando eles se juntam. Digo por ter passado pela experiência de conduzir a Campanha a Favor dos Feeds Completos. A colaboração é o motor desta nova era, e com certeza foi este o motivo do sucesso da campanha. Colaboração é tudo.

**************************

3 – Levy Carneiro Jr.
Inglês Pra Quê?

A coisa mais importante que aprendi foi que para blogar sobre um assunto você precisa AMAR este assunto. Nem todo mundo pode escolher trabalhar no emprego dos sonhos, mas para criar um blog você tem total liberdade de escolha. Veja, você não tem um chefe a não ser você mesmo. Você escolhe o assunto, o layout, a regularidade dos posts, você é que manda.

Outra coisa positiva que isto traz é um ciclo infinito: você vai aprender cada vez mais sobre o assunto que você escolheu, e vai querer escrever sobre isso no seu blog. Quando está sem assunto, a necessidade de manter uma regularidade no seu blog, vai manter você focado em conseguir novas dicas e aprendizados dentro desta matéria. E depois de um tempo você perceberá que aprendeu muito, tanto sobre o assunto que você bloga, como sobre a blogosfera em geral.

Em resumo, blogar é uma grande ferramenta para você estudar, seja o inglês (como no meu blog Inglês Pra Quê? ) como em qualquer outro assunto de seu interesse. Quem bloga sobre algo precisa estar um pouco à frente de quem lê; quem ensina acaba aprendendo muito mais (nem que esteja somente algumas páginas na frente de seus alunos, no livro ensinado).

Quer estudar algum assunto? Blogue sobre ele!

Quer blogar? Blogue sobre o que você ama.

**************************

4 – Hilder Santos
Pimenta com Dendê

A experiência com blogs me ensinou que tudo que é feito com prazer, perseverança e boa vontade, inevitavelmente dá certo. Além do mais, trouxe até mim bons amigos, que me ajudam a melhorar cada vez mais, tanto o blog como o meu caráter. E o principal: sucesso é sinônimo de trabalho. Dinheiro e leitores não caem do céu. Como dizia Picasso, sucesso é “10% de inspiração e 90% transpiração”.

**************************

5 – Lucia Freitas
Conectiva
Ladybug
Puzzlediario

Este ano aprendi um montão sobre blogs:

1 – Mantenha-se em contato com outros blogueiros (a Lista Blogosfera foi fundamental);
2 – Inscreva-se no Technorati, no Blogblogs e em todas as “centrais” de blogs;
3 – Poste regularmente (o mínimo é uma vez por semana);
4 – Mantenha o foco;
5 – Participe de blogs coletivos. Eu elegi o Goitacá;
6 – Use um sistema amigável para você, mas não avacalhe. Tem Blogger, WordPress, MovableType… a lista não vai parar nunca, acho. O importante é escolher um em que se sinta à vontade e possa mexer;
7 – Aprendi (e me apaixonei por) o que é pingback…

**************************

6 – Janio Sarmento
::. www.portofacil.net
:.:. www.lucrandonarede.com.br
::.:. www.liquidandotudo.com
:.:.:. www.blogarium.net
::.:.:. www.sarmento.org
:.:.:.:. emagrecer.blogarium.net

A coisa mais importante que aprendi nesse ano, foi como converter uma estrutura de permalinks do WordPress para outra sem perder a indexação (ou seja, sem desativar, apenas migrar a estrutura original). O responsável pela mágica é um plugin que descrevo com mais detalhes no artigo Mudança de Permalinks sem Perdas (no Lucrando na Rede).

**************************

7 – Tiago Rubens Cordeiro
Rubens Diz

Dica: O blog tem uma dinâmica de trabalho semelhante a de um livro. Quanto mais tempo você fica sem publicar, mais distante fica de “completá-lo”. Então, o importante é, a partir dos assuntos que você lida, buscar uma rotina de produtividade que deixe você comprometido com ele. Pode ser um texto por semana ou quinzenal, mas dedique-se a isso. O seu blog será tão representativo quanto você trabalhar nele.

**************************

8 – Daniel Bender
Benderblog
Goitacá

5 coisas que eu aprendi com blogs:

1 – 99% das pessoas que tu conheces pessoalmente vão elogiar o blog;
2 – 1% dessas irão visitá-lo regularmente;
3 – 0,5% dessas sempre virão através de buscadores porque não se lembram do URL;
4 – 0,1% dos visitantes habituais de carne e osso postarão comentários (blogueiros, trolls e fãs de RBD não contam);
5 – 4/5 dos visitantes virão através de buscadores, 1/6 através de links, 1/20 através de digitação direta (RSS não conta) e o resto está procurando pornografia;

**************************

9 – Mulher Iogurte

Álcool com Açúcar

Tenho o blog há quatro anos. Às vezes eu penso que são três anos; pois durante um ano inteiro eu o apaguei. Nesse tempo todo, o blog se tornou vital, fiz grandes amigos, tive um grande amor-de-blog, e alguns desafetos também.

Mas em 2006, o que eu posso dizer que aprendi com uma experiência de blog foi uma coisa curiosa. Por causa daquela condenação do Imprensa Marrom a pagar indenização, devido a um comentário anônimo, resolvi retirar os comentários do ar. Foi aí que eu experimentei uma liberdade diferente de escrever; sabem aquela liberdade de que ninguém vai te julgar, te avaliar, que você pode fazer o que quiser, pois é uma formiga no universo? Pois é.

Desde o início, o propósito do blog foi escrever para mim, e não para um leitor, e este objetivo foi alcançado 100% retirando os comentários. Bem, agora eles voltaram (moderados), por um motivo totalmente alheio, ainda tento escrever como se ninguém fosse ler, (fora o post do amigo secreto), mas daqui a alguns meses planejo retirá-los novamente.

**************************

10 – Bruno Dulcetti
Bruno Dulcetti

Nessa mini-retrospectiva, diria que aprendi, realmente, a arte de blogar, e a grande diferença entre blogger e pro-bloggers, que muita gente ainda desconhece. Confirmei que sendo simpático e receptivo no seu blog e suas respostas por email, você pode ganhar grandes amigos, por mais que sejam virtuais (mas também pode ganhar uma mala sem alça, acontece :D).

Descobri que blogs podem influenciar compras e opiniões, podem cutucar os políticos mafiosos desse país; que se o blogueiro tiver coragem, continuará fazendo isso, sem fechar seu blog :D. Descobri que os Blogs e Blogueiros tem sua força e seu espaço na Internet; e tudo indica que 2007/2008 deverá ser o ano da explosão “Blogs”. Mas vamos torcer para que não seja mais um “boom” na internet. Só depende de nós, blogueiros ;).”

Algumas dicas e sugestões:

– Dica de ferramenta de blogs: WordPress, sem dúvida.
– Página útil: O grande mestre, o oráculo web, sem dúvida nenhuma, Google (mais útil que essa creio que não exista, em modo geral). E lógicamente, não poderia deixar de citar o www.videolog.tv, do qual falarei mais abaixo.
– Bom, dica de software fica meio difícil. Se o Notepad tivesse indentação na digitação dos códigos, seria o melhor. Mais leve que ele, impossível. Diria que a melhor dica de software, são os que encontramos online. Um dia não precisaremos mais instalar quase nada no nosso HD, será tudo virtual =D
– Um método de trabalho, na minha área eu, com certeza, tenho que citar webstandards, etc. Já não é mais “o futuro”, agora todos, praticamente, pedem experiência em WS. Em relação aos blogs, um método seria nunca deixar o “sucesso” ou o número de assinantes do seu feeds “subir a cabeça”, entre outras coisas. Seja o que você é, sempre.
– Um recurso, eu citaria o Videolog.tv, que NÃO É um “YouTube brasileiro”. Entramos no ar antes do YouTube, mas como eles conseguiram um investimento muito forte, ficamos um pouco “desvalorizados”. Mas essa semana sai a nova versão e mais uma ferramenta brasileira ganhará (mais) destaque.
– Pra finalizar, não deixe o trabalho subir a cabeça, deixe um tempo pra viver um bocado, se divertir, namorar, fazer esportes, fazer amigos, chorar, sorrir principalmente. Saúde em primeiro lugar 😉

**************************

Vai aqui meu OBRIGADO e meus desejos de sucesso para todos os que participaram. Valeu, gente!

Nospheratt, pensando na vida

Nospheratt

Quando eu cheguei (2006 - primeira era jurássica da Efigênia), isso aqui tudo ainda era mato.

Previous

Nada a Ver com o Assunto deste Blog…

Next

Blogo, Logo Existo

8 Comments

  1. Rev. Ibrahim Cesar

    Tirando o primeiro sujeito que disse,disse e não falou nada, um idiota, eu posso dizer que realmente gostei de todos.

  2. Bruno Dulcetti

    uahahuauh… o comentário do ibrahim foi o melhor =DMuito boa a participação de todos. alguns pontos que não tinha reparado, pensado sobre, etc.Foi bom conhecer e interagir com o pessoal, principalmente nesse mês de dezembro, que eu acho que foi o mês que mais a Blogosgera interagiu desde o surgimento.Que cresçamos mais e mais. Akele abraço.

  3. Rafael Arcanjo

    Ficou MUITO bom este post, Nospheratt.Achei surpreendente a colocação da Mulher Iogurte. (veja, não ruim, surpreendente).E este mes de dezembro foi o mes o qual eu tive mais contato com o pessoal da blogosfera (juro que não gosto deste nome), seja pela lista ou pelos blogs em si…Um bom final de ano para todo mundo e um ótimo natal.

  4. Gino Netto

    Envolvido com tantos projetos ao mesmo tempo, 2006 foi um ano mais de planejamentos do que de realizações.Porém algo muito importante que não devo esquecer: Disponibilizar um serviço de cadastro de blogs, embora simples e tímido, tem me deixado muito satisfeito pela oportunidade de participar positivamente na Internet.Espero que em 2007 possamos ter uma comunidade de blogueiros mais interativa e com grandes amizades.Que 2007 seja inovador e será!Felicidades a todos!

  5. Hilder Santos

    É isso aí, Nosph! Ficou muito bom o artigo. Muito bom ver minha opinião expressada ao lado de pessoas tão bacanas que conheci através do blog… Lembra-se, Nospheratt, que você foi a primeira pessoa que tive contato, efetivamente?Pois é… Muito obrigado pelo incentivo que você me deu no começo, incentivo esse fundamental para eu encontrar um rumo para as coisas, e a não desistir dos meus projetos.Não só a você, mas a todos que fizeram e fazem parte da minha pequena história, e que vêm escrevendo este excelente livro que é a blogosfera (tá, Arcanjo, eu sei que você não gosta do nome…).Meu muito obrigado a todos. A blogosfera brasileira evoluiu por causa de nós.Isso não é o máximo? Fazer parte da “evolução”? Êta, se Darwin pudesse ver isso! rssssSucesso a nós todos. Um ótimo Ano Novo. E que venha 2007!Em tempo: Coloca lá na minha citação o meu blog novo, por favor: http://www.hildersantos.com.Beijos!

  6. Aldemir Silva

    Muito bom Nospheratt, apesar de não ter participado efetivamente da lista, pude ver o alto nível das discussões. Ano que vem prometo ser mais ativo.Sinceramente não entendi as colocações da Mulher Iogurte, as demais conseguiram sintetizar muito bem o pensamento e desejos da blogosfera.Abraço.

  7. Nospheratt

    Gente, fico feliz que tenham gostado. A resposta foi excelente, gostei de todas as contribuições, pois nos oferecem muitos posntos de vista diferentes. Acho legal compartilhar experiências.O ponto de vista da Mulher Iogurte é sem dúvida diferente do que a maioria pensa. Mas eu entendo: ao não disponibilizar comentários, ela se sente livre para escrever o que quiser, sem se preocupar com o alguém possa lhe dizer sobre isso. É um estilo de blog muito pessoal, voltado mais ao blogueiro do que aos leitores. É uma opção, diferente da minha, mas perfeitamente compreensível, pelo menos para mim. Hilder, assim que tiver uns minutos eu acrescento seu link. Beijos a todos.

  8. Antonio

    cá estou também a dar mais motivos a mais ideias e experiências. Dêem uma olhadela pelo kartingdomatos.blogspot.com
    Digam coisas

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén|Social Icons by Freepik