© Blosque.com. Todos os direitos Reservados.
A cópia e reprodução não-autorizada deste texto está expressamente proibida.
Plágio é CRIME!

Mulher por nascimento e vocação, irônica por diversão e hobby, brasileira inveterada, filósofa nas horas mais impróprias, blogueira de profissão, escritora e poeta pela pura necessidade de expressar seus oceanos interiores.

2 responses to “Como Deixar Seu Leitor P&$# Em 3 Passos”

  1. Nestor - TST nwn

    Pior que sempre caímos em algum desses erros… As vezes até eu tenho problemas para encontrar alguma postagem em meu blog, quem dirá o leitor! O bom é que sempre estou aqui disposto a aprender alguma coisa que me diferencei no meu nicho.
    Gosto muito da forma como se expressa, você tem um perfil único. Não importa o tema você sempre dá show!
    Abraços.

  2. Arlane

    Nospheratt, como sempre você disse tudo.

    Há alguns meses venho tentando montar um blog e sempre me atento para esses detalhes: como meu leitor vai se orientar no layout? Ele vai entender o nome do meu post/categoria?

    Nesse ritmo vão surgindo mais e mais perguntas, e lá se vão 6 meses de pesquisa em meta blogs e sites de templates… inclusive foi assim que eu vim para aqui 😀

    Quanto ao blogueiro não ser insubstituível, não poderia existir verdade mais absoluta na blogosfera. Já enviei e-mails para blogs que nem sequer se deram ao trabalho de responder que receberam (sim, foi mais de uma vez), já enviei minha opinião sobre um certo podcast e ao ouvi-la sendo lida fiquei pasma com o evidente sarcasmo dos podcasters porque eu esqueci de colocar o nome da minha cidade (se tinha algo errado com ela era só não ler, certo?), dentre outras “ótimas” experiências que já tive por aí.

    Eu leio vários blogs, e leio muito. Tento também ser participativa (na medida que minha coragem deixa rs), mas é frustrante quando um blogueiro me trata como leitora descartável. Pode até ser que eu seja, porque uma visita a menos dentre milhares de outras não deve fazer muita falta mesmo. Mas assim como eu faço propaganda e envio links dos blogs que eu gosto, eu também digo para os meus amigos “não perca tempo com aquele blog tal”.

    Eu tenho alguma experiência com blogs e sei reconhecer também que alguns leitores “pegam pesado”. Colocam comentários desrespeitosos, não leem o post direito e fazem perguntas que estão mastigadas e respondidas lá, e por aí vai. Mas o que mais vejo é aquele blogueiro de “sucesso” se achando e distribuindo patadas, pensando que finalmente encontrou seu reino, o da Cocada Preta. Ele pode até ficar assim por muito tempo, e continuar sendo lido. Só que vai chegar um momento que seus leitores vão cansar, a (má) propaganda boca a boca vai chegar a níveis que ele não esperava, e o “sucesso” do blog dele vai para o lugar de onde nunca deveria ter saído: o ralo.

    Se algum dia meu (futuro) blog tiver sucesso, lembrarei bem das suas dicas, Nospheratt. E não vou esquecer nunca, nunquinha mesmo, que é por causa do meu leitor que existe o meu blog. Sem leitor não há blog. E ponto final.