© Blosque.com. Todos os direitos Reservados.
A cópia e reprodução não-autorizada deste texto está expressamente proibida.
Plágio é CRIME!

Mulher por nascimento e vocação, irônica por diversão e hobby, brasileira inveterada, filósofa nas horas mais impróprias, blogueira de profissão, escritora e poeta pela pura necessidade de expressar seus oceanos interiores.

21 responses to “Orkut, Orkut, Orkut e Mais Orkut”

  1. Jonny - Infopod

    Não existe lugar mais prático que o Orkut para saber se um produto é bom ou ruim… Uso para saber de celulares, livros, câmeras, CDs, etc…

    Para tirar dúvidas de informática também é ótimo! Sempre dei Orkut aos fóruns de discussão.

    O grande facilitador disso tudo foi o buscador dentro das comunidades. Antes disso, fazer qualquer busca no Orkut era um porre!

    Para mim, essa explosão do mercado publicitário em mídias sociais ainda vai quebrar a cara várias vezes. Como pode um bando de gente que em conversas de bar ridicularizam o Orkut, mas querem ganhar a vida com mídias sociais? Sinal que não entendem o Orkut ou não entendem os clientes…

  2. Jonny - Infopod

    Correção: Sempre dei Orkut = Sempre preferi Orkut

  3. Fábio Buchecha

    Engraçado Nosphie. Outro dia esteva pensando nisso. Emplacaram dois links meus no Uêba e como não poderia deixar de ser meus acessos multiplicaram por 4 🙂 , mas absolutamente NINGUÉM clicou nos ads do google.

    Antes desse teu texto eu achava que os leitores eram desconfiados de links de anúnicos de uma maneira geral (por pensar que poderia trazer vírus, ou roubar senhas de cartão de crédito ou whatever).

    Agora vejo que a questão é mais complicada.Até temos uns anúncios legais, como os da Intel, da Oi, que são animados e até os ads em vídeo (outro dia surgiu um anúnico em vídeo de nascimento de bezerros por causa de um post sobre carne estragada 🙂 ), mas vejo que ainda existe outra barreira. Não consigo ver o que é, mas agora estou aqui queimando as pestanas para descobrir.

    Como sempre, excelente abordagem a sua.

  4. Leow

    o orkut realmente eh o mais pratico para pesquisas (as vezes melhor que o google, pois no orkut ja vemos os comentarios dos usuarios sobre o assunto), nao quero dizer que nos outros nao tem isso, mas no brasil, onde o orkut eh a maioria esmagadora, facilita muito

    sim, acho q vale à pena usar o Orkut para publicidade, vendendo ou não a alma ao diabo, comunidades q tem grande visibilidade (usuarios), ja foram vendidas. Os problemas sao os SPAMS, que incomodam como qualquer pop-up.

  5. Leow

    ah, acredito que o povo nao clica nos links patrocinados pois sabem que sao links patrocinados, mesmo que o anuncio seja interessante, colorido e bonitinho…

  6. Juliana Sardinha

    Eu estou no Orkut desde 2004… muito antes de ter um blog. Apesar do Orkut ter sido invadido pelos miguxos e sofrer de graves problemas de segurança, eu mantenho meu perfil lá. E por que? Por causa dos fóruns . Aprendi muito lá ( e ensinei também). Quando vou comprar algum produto desconhecido, vou pesquisar nas comunidades do Orkut, verificar o grau de satisfação ( ou não ) dos usuários e tal.E quando tenho dúvidas sobre qualquer assunto de informática, também busco o auxílio dos “universitários”. Tem muita gente séria e capacitada por lá. E salsinhas existem em qualquer lugar,né?

    Concordo com você, Nospheratt, quanto aos links patrocinados. Eles não têm nenhum atrativo. Você, clica? A maioria dos internautas não clicam,preferindo pesquisar no Google e no Orkut antes de adquirir um produto.
    Abraços

  7. Emily

    Meus companheiros de faculdade também estão na mesma linha de pensamento, e olha que estamos no último período do curso de Publicidade, se você chegar na sala e falar “mídias sociais” 95% vai ficar te olhando com cara de besta, sem saber o que falar. Usam internet pra pesquisar agora coisas pro TCC, antes era só orkut e msn mesmo. Na aula semana passada o professor falou de Twitter e uns 4 sabiam o que era. A faculdade está mudando a grade, há muitos professores ótimos, mas a moçada não se esforça nem um pouco, não buscam… Não sei se é a cidade, os costumes, a faculdade, os jovens, mas vejo uma pasmaceira irritante.

  8. j. noronha

    Alguns palpites:

    1. Eles falaram que não clicam no que não sabem o que é: mentira, ou encontraram os únicos adolescentes que não enchem o computador de vírus na primeira semana apos a compra.

    2. Se eles não clicam mesmo, quem tem pagado minhas contas no último ano?

    3. O resto é a mais pura verdade.

    Não vejo muito futuro em uma comunidade voltada para o blog no Orkut, eles ficariam discutindo o sexo dos anjos por lá, e não acrescentaria nada.

    4. Posso estar errado quanto ao último detalhe, já que uma comunidade traria mais leitores.

    Mas traria mais dinheiro no processo?

  9. Felipe Xavier

    Eu já usei por algum tempo o Orkut, gostava, mas não muito da plataforma. Só mantenho meu perfil ativo por causa de alguns amigos que usam apenas ele.
    No início, mas bem no início, achava ele até bom, gente séria e tal, mas depois da invasão dos miguxos e das criancinhas acabou. Não suportei mais tentar ler algum negócio por lá.
    Creio que para um blog, no estilo do seu, uma comunidade não faria muita diferença, porque eles não estariam interessados em saber como se dar bem com blogs. Agora se for tecnologia, aí é outra história. Tenho um post que foi linkado em uma comunidade que ainda me rende algumas visitinhas.
    Na questão dos anúncios, concordo plenamente. É muito difícil alguém clicar em um bloco de links, mesmo tendo relação com o conteúdo lido, como foi falado anteriormente. Creio que os clicks que todos recebem se deve ao fato do anúncio estar posicionado estrategicamente ou por ele ser gráfico.
    Mas como tudo é relativo, o que falei pode estar completamente errado daqui há alguns dias.

  10. Juliana Sardinha

    Noronha, conta prá gente como suas contas têm sido pagas pelo AdSense….aqui só a gasolina do mês e olha lá. Até agora não consegui largar a medicina e viver de blogs..rs
    Abraços

  11. j. noronha

    Juliana

    Não paga sozinho mas é responsável por uns 20% do total. O segredo é a dedicação exclusiva, o tempo e um pouco de sorte 🙂 .

  12. MaxRaven

    O Noronha já até mostrou um video deles clicando a esmo hehehe.

    Meu blog pessoal é dedicado a um nicho em que a pessoal tem de saber exatamente o que faz no computador, adsense por conta deles inexiste, eles não clicam. Mas já vi que, assuntos relacionados ao Orkut geram sim cliques no adsense e não são meus leitores habituais, então quem seria?

  13. Juliana Sardinha

    Obrigada pela resposta, Noronha.
    Eu acompanho seu blog há um bom tempo e já escutei uma entrevista sua no Blogueisso!-muito boa, por sinal.
    Meu blog de maior acesso ainda é novinho…vai fazer 1 ano neste mês. Dedicação exclusiva, por enquanto, nem pensar. Mas o tempo que me sobra, trabalho bastante nele e tenho tido bons resultados.
    Largar a medicina é uma brincadeira antiga minha, mas quem sabe posso desacelerar, né?
    Abraços

  14. Rô Zanchetta

    Nospheratt, acredito que posso me considerar uma expert em Orkut. Durante uns bons 3 anos eu era exatamente como esses jovens entrevistados (todos com idade para serem meus filhos): o que eu conhecia de internet era a página de notícias do uol, o orkut e o msn. Não critico e nunca irei criticar o Orkut. Além de ter conseguido ótimos relacionamentos pessoais e profissionais, foi onde eu aprendi como eu deveria e não deveria me comportar na net.

    Mas uma coisa eu percebi ao usar bem menos o orkut e ficar mais na rede de blogs – os mais “viciados” em orkut nem lêem blogs, quanto mais clicar em anúncios. Se fosse depender de meus amigos de lá, já teria desistido.

  15. Tahiana D'Egmont

    Opa, obrigada pela menção ao meu post!

    Acho complicado generalizar tudo. Tínhamos apenas 6 adolescentes no painel, muito pouca representatividade, mas além disso não tínhamos outros critérios explícitos como classe social, grau de estudo, tempo gasto na Internet etc. As variáveis de comportamento são influenciadas por vários outros aspectos.

    Mas acho que foi muito produtivo observar de perto o comportamento deles. Faço 23 anos agora e poderia talvez estar ali naquele grupo há 2 anos atrás. E há dois anos atrás eu sabia o que era link patrocinado, anúncio de texto em sites e blogs etc. Então, sempre rola uma tendência de acharmos que as outras pessoas são como nós mas acho que o brasileiro médio não tem domínio de grande parte das coisas que acontece na web, como não poderia deixar de ser.

    Ter estômago para trabalhar com o Orkut: eu curto. Acho que para alguns clientes funciona bem, para outros não. Não dá para achar que Marketing em mídias sociais é feira, que é só jogar uma coisinha no Orkut e vai. Tem que entender o objetivo do cliente, analisar o que já é gerado de buzz sobre a marca, pensar nas características de cada uma das redes antes de tomar uma decisão. Trabalhar com um apelo mais voltado para o Entretenimento tem mais a ver com MySpace do que com Orkut. Para as marcas que querem ter comunidades próprias, o Ning oferece uma boa plataforma. Mas aí é necessário um esforço externo para levar as pessoas até lá e como você colocou, dá muito trabalho gerir aquilo, produzir conteúdo útil, manter o relacionamento…senão a comunidade morre.

    Rentabilização no Orkut: tenho percebido um movimento em relação aos aplicativos. Desde que a plataforma foi aberta, já vi alguns aplicativos rodando com AdSense. Como os apps ficam hospedados externamente, dá para você inserir os banners como se estivesse no seu site. E pasmem, logo no dia seguinte ao lançamento tinha um grupo de 5 aplicativos com os quais trabalho gerando 3,5 milhões de page views. Nada mal para uma plataforma que tinha acabado de ser lançada.

    😉

  16. Zeca

    Quando a publicidade invadir o orkut, de forma séria. Determinadas comunidades vão valer uma graninha interessante.

    Tenho como exemplo, amigos meus. Mais da metade só usa Orkut para enviar e receber scraps. Eu sempre falo, orkut é uma mãe, como o google. Se não tem tudo, no mínimo 90% é certo de você encontrar.
    Hoje não faço uso de celular, por causa do orkut, ele é o meu ‘celular’. É claro que não é 100% eficaz, mas quebra um galho enorme.

    Se você tiver vontade, aprenderá tudo que quiser com ele.

  17. Michael Alberto

    Pessoal pensem no seguinte, tudo depende do grau de conhecimento e do conteudo abordado em um blog. Blogs de tecnologia certamente são os que menos rentabilizam pelo fato de que os visitantes em grande maioria sao expert ou nao. A chance desse pessoal clicar nos links patrocinados é bem remoto. Agora blogs de estudos, concursos e outros tem a maior chance de rentabilizar pelo fato que o pessoal que visita está em busca de algo especifico ou semelhante ao que ele busca… Inscrições Caixa economica… se o cidadão adentra uma blog e ver um link patrocinado com esse titulo, certamente ele irá clickar pelo fato que o visitantes de estudos, concursos e etc.. é diferente do pessoal que visita informatica. Alienigea? Não!

    A forma de pensar, pesquisar e etc faz com que ele clica no suposto link que resolverá seu problema.

    Como posso afirmar isso? Tenho 22 anos e sempre fui viciado em informatica, hoje nem tanto, mas com o tempo eu percebi que meu conhecimento faz com que EU ! não clique nos links patrocinados por saber como funciona. Já tive diversos sites ao longo dos anos, tudo de acordo com grau de conhecimento e idade…. 14 anos: site de jogos, 17 anos: site de anuncios, 19 anos: blogs (diversos assuntos).

    Cheguei a conclusão que grandes rentabilizações partem de ideias completamente inovadoras que realmente pedrem o leitor ao blog ao ponto de visitar diversas vezes para ver se existe atualização e etc. Mas!! se teu blog/site nao possui um sistema dele proprio que permite rentabilizar, então seu site/blog deveria ser em outra linguagem (English), pelo fato de Grandes sistemas de rentabilização, anunciantes e outros utilizarem a lingua Universal, onde grande maioria onde é que esteja sabe algo em ingles.

    Ja vimos diversos blogs “Gringo” que ganharam montantes de dinheiros, jovens de 16 a 22 (minha idade) ganharem milhoes em pouco mais de 1 ano.

    Isso se deve pelo fato de ter milhares de rede sociais “gringas” e mais milhares que nao conhecemos que facilita a divulgação de site/blogs. o Myspace e Facebook acredito que sejam as maiores redes sociais (É gringo viu! assunto em Portuga é igual a nulo).

    Então se você tem um bom conteudo, dinamica e ideia inovadora e quer ficar riquissimo, não comece a trabalhar na lingua portuguesa. Não falo da boca pra fora, ja conversei com diversos “Mitos” e “Probloggers” da internet e sei que é bem mais complicado do que vc pensa torna um site popular e bem rentabilizado.

    Pergunte ao interney porque da remoção do Google Adsense, Pergunte tambem ao Guilherme Barthel administrador do site Baixaki porque ele é o unico site de softwares que utiliza o Adsense.

    Hmm… você ja viu esse site/blogs cujo o problogger/admin é patrocinado por algum portal ou rede social, ou seja la o que for? Ficam famosos, ganha dinheiro e vende espaço publicitario em seu site/blog.

    A diferença entre os BR? O site/blog cresce e são convidados a hospedar seu site no portal… Montante de dinheiro? fama? Cobertura do NewYork time e outras revistas?

    Um problogger ou seja la o que for se torna mundial, e os brasileiros?

    Posso ter falado besteira ou ter me entendido como um pessimista, mas estou apenas falar a realidade. Temos amigos como o Noronha que paga as contas, mas não larga suas outras atividades.

    Conclusão! Utilize seu blog como uma forma de se expressar, relaxar, passar o tempo e ganhar uns trocadinhos. Nada alem disso!

    Abs pessoal!

  18. biby

    biby me acesse por favor (carol)

  19. Valney Ribeiro Jr.

    Não sou muito fã de orkut, mas tenho uma conta lá e tenho usado pra divulgação, as possibilidades são muitas e se usado com inteligência pode render bons lucros. Eu ainda não o consegui, mas creio que é possível.

  20. marta maria

    eu odeio o orkut que ele e o diabo

  21. Divulgue seu site como se os Buscadores não existissem | Criar Sites

    […] foram publicados em outros blogs e que passam dicas sobre divulgação por meios não-buscadores Orkut, Orkut e mais Orkut (Blosque)14 idéias de Marketing para utilizar nos seus Blogs e Websites (Fique Rico)Como divulgar […]