© Blosque.com. Todos os direitos Reservados.
A cópia e reprodução não-autorizada deste texto está expressamente proibida.
Plágio é CRIME!

Mulher por nascimento e vocação, irônica por diversão e hobby, brasileira inveterada, filósofa nas horas mais impróprias, blogueira de profissão, escritora e poeta pela pura necessidade de expressar seus oceanos interiores.

10 responses to “Os Ciclos Destrutivos do Blog”

  1. carlosromero

    No meu caso, esse ciclo de abstinência durou dois anos. Eu não abandonei completamente o blog. A cada mês eu ia lá e postava uma besteira qualquer, só pra lembrar que ele existia. Meu filho único. Meu sapato velho. De repente, um belo dia de maio de 2011, a vontade reacendeu e eu tô em nova lua de mel com ele, até chegar nova lombra. Até aparecer um novo calo.

  2. Jorge Goncalves

    Há muito tempo que queria felicitar o seu regresso, sem exagero você é das poucas pessoas que faz falta na Internet. Faço-o o hoje por que este seu artigo da comparação dos sapatos merece uma medalha. Por desígnio ou não, acontece que eu já não consigo ver o blog na minha frente, então veio mesmo a calhar. Acontece, porém, que os meus leitores são predominantemente de países estrangeiros, e tenho acordos na difusão de certos vídeos de activistas que me enviam para divulgação. Já me aconteceu alguém me enviar material eu não publiquei e essa pessoa exigiu-me todos os vídeos de volta. Mas o seu conselho dos sapatos é formidável, e no meu caso vou baixar o ritmo, quer gostem quer não gostem, o blog é meu, e apenas foi um acordo de cavalheiros, não existe nada assinado.
    Cordiais cumprimentos, com consideração
    Jorge G.Goncalves

  3. Segurança do Trabalho nwn

    É a gente vê mesmo muitos blog jogados as traças. Tem blog que está na primeira página do Google em determinado assunto e mesmo assim não recebe atualizações do proprietário, dá até dó de ver. Muitos blogs estão sonhando com uma primeira pagina, e não conseguem outros estão desprezados, fazer o que! O bom é que você decidiu estar, e ficar, e me alegra muito essa notícia.

  4. Vivian

    Muito legal o artigo, é isso acontece mesmo na nossa vida de blogueiro, nem sempre podemos e temos as coisas tudo organizadas, e quando a responsabilidade aumenta o tempo fica mais escasso..

  5. Waldson

    Interessante… a rachadura na sola do meu sapato obedece a princípios um pouco diferentes. Meu Blog destina-se a tratar de assuntos relacionados a cicloturismo, portanto costumo postar lá as minhas viagens de bike, meus contatos, minhas experiências. Atualmente estou afastado das bikes em razão de uma cirurgia de coluna.No início pensei “E agora?”. “O que fazer com o Blog?”. Tenho leitores fieis não os poderia deixá-los a ver navios! Conclusão, postei coisas sobre a minha cirurgia, meu estado de saúde e a razão pela qual me afastara das bikes e cicloviagens. Funcionou! Parece que até aumentou o número de visitas ao Blog!

    Acredito que todos nós temos uns “sapatos baratos” de vez em quando.Mas, também acredito que eles possam vir a serem reformados, ganharem um solado novo e voltarem a dar conforto aos nossos pés!

    Parabéns, Nosfh pelo post. Foi um recado e tanto!

    Um grande abraço do Antigão!

  6. Telma

    Esses ciclos estão parecendo uma TPM virtual. Que Deus tenha piedade! Se TPM já é uma chateação, imagine TPM virtual disseminada no mundo…
    Não me leve a mal, é apenas uma tentativa mal sucedida de fazer piada.
    Achei super interessante sua maneira de traçar paralelos e muito útil também.
    Bjs

  7. Narrativa multimídia | Livros e afins

    […] Ciclos destrutivos do blog […]

  8. Com as Águas de Março

    […] sem escrever desde Outubro. Esta parada não é apenas parte do meu ciclo normal de idas e voltas. Sim, nos últimos meses aconteceram várias coisas que – de novo, […]