© Blosque.com. Todos os direitos Reservados.
A cópia e reprodução não-autorizada deste texto está expressamente proibida.
Plágio é CRIME!

Mulher por nascimento e vocação, irônica por diversão e hobby, brasileira inveterada, filósofa nas horas mais impróprias, blogueira de profissão, escritora e poeta pela pura necessidade de expressar seus oceanos interiores.

16 responses to “Blog Brand – Elementos da Marca – Personalidade”

  1. Kanhas

    É uma boa pergunta, mas que só os meus leitores poderão responder. 🙂

  2. pedrotxp

    Não li o resto da série, mas lerei, muitas vezes a personalidade do blog fica quase evidente em seus textos, existem casos mais difíceis principalmente quando existe mais de um autor, é algo a se reflectir, e cuidado pessoal pra não caírem em uma crise de personalidade… “quem sou euuuu” ou melhor “quem é meu blogggggg” rs.

  3. Lu Monte

    Yay! Minha série de posts preferida está de volta!!!

    O diadefolga já foi mais alegrinho, mas não deu muito certo. Aos poucos, estou tentando passar algo da minha personalidade por lá. Mas tem que ser BEM aos poucos, senão o povo foge. 😛

  4. Nospheratt

    Kanhas: Discordo. Eu acho que quem define a personalidade do blog (ou a falta dela) é quem escreve. Você perguntar aos seus leitores qual é a percepção que eles tem, mas quem vai decidir, criar e manter essa personalidade é você.

    Pedrotxp: Ahahahaha 😀 Eu acho que a personalidade do blogueiro é ainda mais importante quando se trata de um blog coletivo, pois você corre o risco de ser “pasteurizado” junto aos outros autores; ou que um autor com mais personalidade ofusque os outros.

    Por outro lado, vale à pena conversar com os outros autores sobre a personalidade do blog; encontrar um equilíbrio entre a personalidade do blog e a dos autores não é fácil, mas com certeza ajudará o blog a se destacar.

    Lu: Você é a responsável pela “volta dos mortos-vivos”, eu nunca esqueci que você tinha gostado, e isso foi o maior propulsor para que eu não desistisse dela.

    HAHAHAHAHAHAHH Chorei de rir com seu comentário. Quem não gosta da sua personalidade é ruim da cabeça ou doente do pé, isso é o que é! 🙂

  5. Norberto Kawakami

    😀
    o meu blog deve passar a imagem de ranzinza, meio urtigão. Ainda mais quando escrevo as “Blogadas no Trombone”.

    abraço

  6. Arthurius Maximus

    Excelente. realmente bem definido e claro conceito. Contudo essa personalidade é mais percebida pelo leitor do que propriamente “criada”; não é? Deve ser algo natural e que aparece com naturalidade. E isso é o grande “toque”.

    Um abraço.

  7. Nospheratt

    Norberto: Hum, eu não acho. Pra mim, seu blog passa a impressão de ponderação, de muita calma… Estranho?

    Arthurius: É claro que não deve ser “artificial”, digamos; pois seria extremamente difícil fazer uma coisa assim e obter um bom resultado.

    Mas nem sempre ela aparece naturalmente, às vezes tem que ser encontrada, cultivada, trabalhada.

    Como a personalidade de uma pessoa; não queremos nem devemos ser falsos, mas podemos polir e melhorar nossa personalidade “natural”, trabalhar conscientemente para que ela apareça e se mostre em sua melhor face. 😉

  8. luadossantos

    Complicado, juntar a personalidade ao blog, principalmente se queremos que as pessoas gostem ou detestem. Eu luto contra colocar de mim nos blogs, pois com certeza não interessa a ninguém as idéias de depressivos bipolares medrosos rs rs.
    Tem razão, o certo é ir “polindo” buscar ser melhor para nós mesmos e para os outros, afinal não vivemos só. Mas isso leva tempo.

  9. Inagaki

    Obrigado pela citação, Nospheratt! Mas olhe, sabia que “pensar enlouquece” é uma das principais buscas que os googlenautas digitam para chegar ao meu blog? Creio que a marca do PEPN até que anda razoavelmente conhecida por aí. 🙂

  10. Nospheratt

    Lua: O que ninguém quer saber é de ler choramingos e reclamações. Se você buscar um equilíbrio, e expressar suas idéias de forma interessante, com certeza o fato de que você seja bipolar não vai fazer a menor diferença.

    Estou certa de que você tem muito à oferecer, só precisa encontrar a melhor forma de fazê-lo. 🙂

    Inagaki: Bem, é verdade; o Pensar Enlouquece é uma marca conhecida. Mas será que faria o mesmo sucesso sem a marca “Mestre Ina” por trás? 😉

  11. Ana

    Eu ainda nao sei. De vez em quando me questiono sobre a personalidade do meu blog – nao sei se tem uma personalidade definida nao. Ja tentei focar numa coisa, mas no fim acaba sendo um blog pessoal mesmo. E eu ainda nao sei como lidar com isso. Estou adorando suas dicas, viu!

  12. Nospheratt

    Ana: Não há nada de errado com ter um blog pessoal. Aliás, acho que nesse caso fica mais fácil, pois você pode colocar MUITO da sua própria personalidade nele.

    A sua forma de pensar, de expressar esses pensamentos, de opinar e escrever é o que vai dar a personalidade do blog. Pense nisso, e não tenha medo de mostrar sua verdadeira personalidade através da escrita. 🙂

    Fico feliz que goste, você é muito bem vinda! 🙂

  13. blosque.com | Definindo sua Marca

    […] – Personalidade – como a sua marca seria, se ela fosse um ser […]

  14. Qual é a personalidade do meu blog? at Colorida Vida

    […] dia eu estava lendo um artigo da Nospheratti no Blosque, sobre a personalidade de um blog. Aliás, o blog dela é ótimo pra todos os blogueiros! A personalidade é uma parte […]

  15. O.Skill

    Por mim acho k a personalidade e muito importante e algo comum